Prefeito de Itamaraju tem contas reprovadas pelo TCM-BA

O Tribunal de Contas dos Municípios (TCM-BA) rejeitou, na tarde desta quarta-feira (27/11), as contas da Prefeitura de Itamaraju, da responsabilidade do prefeito e Marcelo Angênica (PSDB), referentes ao exercício de 2018. 

O principal motivo foi o prefeito ter extrapolado o limite máximo de despesa total com pessoal.

O conselheiro Francisco Netto, relator do parecer, ainda multou o gestor em R$ 72 mil, que corresponde a 30% dos seus subsídios anuais, pela não recondução dos gastos com pessoal ao limite previsto na Lei de Responsabilidade Fiscal. 

Também foi aplicada uma multa de R$ 4 mil pelas demais irregularidades achadas no relatório. Marcelo Angênica ainda pode recorrer da decisão.