Por que o Detran de Eunápolis está devagar quase parando?

Governo estadual precisa nomear um diretor, mas qual melhor perfil, técnico ou político?

Enquanto o governo estadual não aprova a indicação política de um servidor, morador de Porto Seguro, ligado a um deputado federal, a 22ª Ciretran (Detran) em Eunápolis está sem condições de funcionar na maioria dos serviços, trabalhando apenas com 3 servidores. Nem no SAC os serviços do Detran estão funcionando.

Após a exoneração do capitão PM Heraldo Lima Neto, o prefeito Robério chamou de volta à prefeitura todos os servidores que davam apoio ao órgão. Vítima do jogo político, o ex-diretor conseguiu moralizar o Detran, acabando com os esquemas das autoescolas e outros vícios locais. 

Por sinal, o capitão Lima é um bom nome de consenso para continuar à frente do Detran em Eunápolis, caso o impasse continue.  Moralidade faz bem ao serviço público.

Por Geraldinho Alves, jornalista e editor do Bahia40graus. Reprodução proibida

Foto: A Gazeta Bahia