Menu
18 de Janeiro de 2018

Sindicato dos Taxistas de Eunápolis nega ‘pressão política’

  • Publicado em Bahia

Em Nota enviada no início da noite desta segunda-feira, 8 de janeiro, o Sindicato dos Taxistas de Eunápolis (Sindtamer) negou que faça ‘pressão política’ sobre o poder público para ditar quem deve ou não ocupar o cargo de superintendente de Trânsito do município. A nota diz ainda que o Sindicato recebeu com ‘estranheza’ a citação da entidade na matéria postada no Bahia40graus, neste fim de semana. Leia a seguir a Nota na íntegra:

NOTA DE ESCLARECIMENTO

O Sindtamer – Sindicato dos Taxistas de Eunápolis e Região -  vem a público se manifestar acerca da matéria intitulada “Pressão política para derrubar Willy Hafner da chefia do Trânsito em Eunápolis”, veiculada no dia 08 de janeiro de 2018 no portal eletrônico Bahia40graus.

Inicialmente, é importante registrar que a matéria foi recebida com surpresa e extrema estranheza por parte de toda a diretoria e membros da entidade de classe, posto que o sindicato sempre atuou de forma a buscar tão somente os interesse das classe e, acima de tudo, pautado na legalidade bem como no compromisso com os valores éticos e morais.

Ademais, não faz parte da conduta desta entidade atuar por meio de pressão política ditando para o poder público quem deve o ocupar a direção da Superintendência de Trânsito do município de Eunápolis/BA, afinal, sequer tem autoridade para determinar isto.

Registre-se que desde o ano de 2013, quando foi fundada a entidade de classe, a atuação desta sempre foi pautada no bom relacionamento com o legislativo, executivo e judiciário o que, indiscutivelmente, comprova a seriedade e legitimidade para representar a categoria que defende.

Também, faz-se necessário reiterar que a matéria foi recebida com estranheza, posto que o sindicato sempre atuou de forma colaborativa com a Superintendência de Trânsito de Eunápolis e sempre foi bem recebida pelo atual diretor, senhor Willy Hafner. Este, por sua vez, extremamente solícito aos anseios da categoria.

Portanto, não há que se falar em ‘pressão política’ por parte deste sindicato para propor a exoneração do atual diretor. Repise-se que esta não é a conduta da entidade e, obvio, sequer tem autoridade para agir como tal.

Por fim, o SINDTAMER reitera seu compromisso com a categoria de modo que continuará atuando na defesa dos taxistas deste município sem abrir mão da legalidade e dos princípios éticos que rege esta entidade. Além de se colocar à disposição de todos para prestar esclarecimentos sobre qualquer assunto pertinentes a classe de taxistas. 

Eunápolis/BA, 08 de janeiro de 2018.
 

Josué Sacramento – presidente do SINDTAMER

Leia mais ...

Professores ficam sem 13º e protestam em Guaratinga

Professores da rede municipal de Guaratinga ocuparam a prefeitura nesta quinta-feira, 21 de dezembro, em protesto contra o não pagamento do 13º salário que deveria ser depositado até a quarta-feira (20). A APLB disse que cerca de 500 professores estão sem receber. A prefeitura alega que o município enfrenta grande crise financeira e não é possível especificar uma data para o pagamento total do 13º.

 

 

Leia mais ...

Ex-secretários, empresário e mais 5 são condenados a prisão no interior da Bahia

  • Publicado em Bahia

A pedido do Ministério Público estadual (MP-BA), foram condenados à prisão 8 integrantes de uma Organização Criminosa (Orcrim) que fraudou licitações na prefeitura de Ilhéus e foi desarticulado em março deste ano pela Operação Citrus, realizada pelo Gaeco (Grupo de Atuação Especial de Combate às Organizações Criminosas) e pela 8ª Promotoria de Justiça de Ilhéus.

Foram condenados a 9 anos de prisão por crimes de fraudes em licitações os ex-secretários de Desenvolvimento Social do Município de Ilhéus (Sedes), Jamil Chagouri Ocké e Kácio Clay Silva Brandão. Também foi condenado a 11 anos e 11 meses de prisão o empresário Enoch Andrade Silva e ainda mais 5 pessoas envolvidas na Organização Criminosa (Orcrim).

Operação Citrus
Todos foram alvos da Operação Citrus, que desarticulou o esquema criminoso que praticava fraudes e superfaturamento em licitações e contratos realizados pela Prefeitura de Ilhéus desde 2009, celebrando contratos com a prefeitura para fornecimento de bens diversos, utilizando as rubricas genéricas de gêneros alimentícios e materiais de expedientes/escritório.

Somente as empresas de Enoch Andrade teriam recebido da Secretaria de Desenvolvimento Social, no período de 2013 a 2016, mais de R$ 5 milhões em esquema que contava com a participação de agentes públicos da Secretaria.

O objetivo da Orcrim era fraudar os processos licitatórios abertos pela Sedes, vencidos pelas empresas atribuídas ao réu Enoch Andrade.

Ainda segundo o MP-BA, além da fraude no pregão presencial nº 110/2015, para a aquisição de 20 mil kg de frango congelado para ser distribuído na Semana do Natal para a população carente, houve fraude também na execução do contrato nº 188/2015: elevação arbitrária dos preços e alteração da qualidade e quantidade da mercadoria fornecida.

Assim, antes mesmo da execução do contrato propriamente dito, a empresa Marileide S. Silva, ciente de que o pregão presencial 110/2015 era um ‘jogo de cartas marcadas’, aumentou o preço do frango para R$ 7,15. No entanto, esse valor estava acima do praticado pelo efetivo fornecedor desse produto, que foi o Frigorífico Ubatã. 

Além disso, ficou comprovado que o objeto licitado no pregão consistia na compra de 20 mil kg de frango inteiro congelado, quando na verdade foram entregues no máximo 18 mil kg e de marca distinta da qual estava descrita na proposta apresentada.

Leia mais ...

Temporários e pessoal do processo seletivo ainda não receberam 13º em Eunápolis

O pagamento do 13º salário realizado nesta terça-feira,12 de dezembro, pela prefeitura de Eunápolis, ainda não contemplou os servidores contratados temporariamente nem os que foram admitidos pelo processo seletivo, segundo relato de alguns prejudicados. Todos os nomeados e servidores efetivos já receberam o 13º integralmente. A prefeitura tem até o próximo dia 20 para pagar quem ficou de fora, dentro do prazo legal.

Leia mais ...
Assinar este feed RSS
  • Jornalista Responsável: Carlos Geraldo Alves MTE/BA 4162 - Fundação: janeiro de 2008
  • E-mail: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo. ou O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.
  • Tel.: (73) 3281-6908 / (73) 99814-6777