Menu
Banner Prefeitura TOPO
21 de Abril de 2018
REDAÇÃO

REDAÇÃO

Porto Seguro: balsas ganham mais 6 meses de concessão, apesar das queixas

Apesar das inúmeras reclamações de usuários das balsas que fazem a travessia do rio Buranhém, entre Porto Seguro e Arraial d’Ajuda, a prefeitura prorrogou por mais 6 meses o contrato de concessão dos serviços, que deveria ter sido encerrado no dia 2 de janeiro deste ano. Atualmente, duas empresas detêm a concessão - Rio Buranhém Navegação Turismo e Rio Nave.

O decreto nº 6189/2013, assinado pela prefeita Cláudia Oliveira no dia 30 de dezembro de 2013 e publicada no Diário Oficial do município na última segunda-feira (13), prevê a possibilidade de uma nova prorrogação do contrato emergencial por mais 6 meses.

O decreto determina ainda que os preços das tarifas sejam mantidos durante esses 6 meses e que seja feita licitação visando a contratação de uma empresa para “formatar as condições de licitação do transporte hidroviário” e, só então, realizar a licitação da concessão dos serviços propriamente ditos.

A justificativa da prefeitura para a medida emergencial é que se trata de um serviço essencial e que, por isso, não pode ser interrompido. O texto do decreto não explica, porém, o motivo da demora em fazer a licitação do serviço, uma vez que a prefeitura já sabia que o contrato venceria no início de 2014 e teve um ano para tratar desse assunto.

Itabela: Prefeitura deixa Capremi sem condições de pagar salários a aposentados

A servidora da Prefeitura de Itabela, Bonifácia Carmo de Souza Reis, aposentada por invalidez, usou sua rede social (Facebook) para fazer um apelo: ela quer receber o pagamento do 13° salário e o mês de dezembro do ano passado, que até o momento não foi pago. 

A funcionária teve que se afastar da função de professora concursada, por motivo de saúde, que a colocou na condição de cadeirante, logo, aposentada por invalidez e vinculada à Caixa de Previdência do Município de Itabela – CAPREMI.

ETERNA PENÚRIA

O apelo de Bonifácia revela a gravidade da crise que vive a CAPREMI (Caixa de Previdência do Município de Itabela), sem recursos para cobrir a folha dos aposentados. Segundo informações da instituição, para quitação da primeira parcela do 13º e do mês de dezembro, seria necessário o repasse no total de R$ 240.000,00. Entretanto, a Prefeitura só teria repassado, já após o meio dia da última sexta-feira (10/1) o valor de R$145.000,00, sendo então liberado o pagamento apenas do 13º salário (50%, conforme o termo de ajuste), restando ainda à Prefeitura repassar mais R$ 95.000,00 para completar o pagamento dos salários de dezembro. Com informações da Folha Baiana.

Porto Seguro registra o 8º homicídio do ano

O pedreiro Maxsuel Santos Pinto, 36 anos, natural de Canavieiras, sul da Bahia, é a oitava vítima de homicídio em Porto Seguro este ano, dentro do Complexo Baianão, área sob jurisdição da base de Segurança da Polícia Militar, instalada para implantar o programa Pacto Pela Vida.

Maxsuel foi morto a tiros na manhã de terça feira (14), na localidade de Casas Novas. Segundo informações. Segundo o site local O Bainão, a vítima era cassada e deixa dois filhos. A motivação do crime é desconhecida.

Rui Costa é acusado de fazer propaganda eleitoral antecipada

Pré-candidato à sucessão estadual, o chefe da Casa Civil baiana, Rui Costa (PT), se tornou alvo de uma representação protocolada nesta terça-feira (14), pela Procuradoria Regional Eleitoral (PRE/BA), no Ministério Público Federal (MPF).

O petista é acusado de realizar propaganda eleitoral antecipada em reportagem do jornal A Tarde, sobre a premiação “Os Destaques do Agronegócio na Bahia”. A matéria, veiculada em 16 de dezembro de 2013, é anunciada em lugar de destaque na capa do caderno principal da publicação, com a manchete “A Bahia no caminho certo”, acompanhada de uma imagem em que o gestor aparece ao lado de aliados políticos. Na página 2, onde é possível ler o texto na íntegra, outra foto mostra o preferido do governador Jaques Wagner (PT) próximo a uma obra não identificada.

De acordo com a denúncia, de autoria do procurador José Alfredo Silva, o conteúdo “estimula psicologicamente o eleitor (...), com mensagem implícita, destinada a agasalhar-se no subconsciente”. Na mesma peça jornalística, Rui ainda menciona ações governamentais futuras destinadas ao setor agrário, o que, na análise de Silva, representa a publicidade de projetos políticos que poderão ser desenvolvidos, caso o petista seja eleito. Se confirmada a irregularidade, o pré-candidato pode ser condenado a pagar multa de até R$ 25 mil. Informações do Bahia Notícias e Ministério Público Federal.

Assinar este feed RSS
  • Jornalista Responsável: Carlos Geraldo Alves MTE/BA 4162 - Fundação: janeiro de 2008
  • E-mail: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo. ou O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.
  • Tel.: (73) 3281-6908 / (73) 99814-6777