Menu
Banner Prefeitura TOPO
17 de Dezembro de 2017

Um milhão de jovens fora da escola e sem trabalho na Bahia

  • Publicado em Bahia

No ano passado, na Bahia, de acordo com o IBGE, cerca de 1 milhão de jovens, entre 16 e 29 anos, não trabalhavam nem estudavam. Os dados foram divulgados nesta sexta-feira, 15 de dezembro.

Assim como ocorreu no país como um todo, a proporção dos jovens desocupados na Bahia cresceu a partir de 2014, com maior intensidade entre 2015 e 2016 – reflexo principalmente da saída de jovens de ocupações no mercado de trabalho.

Considerando-se os jovens de 16 a 29 anos, no estado, a percentagem dos que não estudavam nem trabalhavam se manteve relativamente estável entre 2012 (26,0%) e 2015 (25,5%). Em 2016, ela passa a 30,5% ou cerca de 1 milhão de pessoas.

Um exército que se torna presa fácil da criminalidade, principalmente o tráfico de drogas.

 

 

 

Leia mais ...

Eunápolis: governo federal repassa R$ 1,1 milhão a menos do Fundeb e complica a Educação

FALTOU DINHEIRO PARA COMPLETAR A FOLHA DO QUADRO GERAL DOS SERVIDORES DA SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO, CULTURA E ESPORTE.

O prefeito de Eunápolis em exercício Flávio Baiôco explicou ao Bahia40graus que, por lei, o pagamento dos salários do quadro geral dos servidores da Educação está dentro do prazo, até o 5º dia útil, mas que a determinação dele é pagar sempre até o dia 30 de cada mês, conforme a administração municipal vinha fazendo nos meses anteriores.

O prefeito explicou ainda que não foi possível pagar toda a folha da Educação em novembro devido o município ter recebido R$ 1,1 milhão a menos do Fundeb, dinheiro repassado pelo governo federal. Baiôco disse ainda que a prefeitura recebeu no mês passado pouco mais de R$ 3,8 milhões do Fundeb,  mas que as despesas globais da Educação passam de R$ 6,4 milhões. Com isso, o município acumula um déficit de mais de R$ 2 milhões. 

A Nota enviada pelo prefeito em exercício fala ainda que “o cenário impõe a adoção de providências imediatas no sentido de assegurar o pagamento dos salários e demais compromissos do Município, bem como de providências a médio e a curto prazo de contingenciamento de despesas, para fins de garantir a saúde financeira da administração municipal”.

Leia mais ...

Porto Seguro: TCM investiga uso do dinheiro do Fundeb no governo Abade e programa Lousa Digital

Técnicos do Tribunal de Contas dos Municípios (TCM-BA) iniciaram esta semana uma auditoria na prefeitura de Porto Seguro para investigar denúncias feita pela APLB (Sindicato dos Professores) de supostas irregularidades durante a gestão do então prefeito Gilberto Abade (PSB), entre 2009 e 2010.

Segundo a direção da APLB local, os técnicos do TCM estão apurando se existem pagamentos indevidos feitos com dinheiro do Fundeb a funcionários da prefeitura cujas funções não caberiam o uso dos recursos. 

Ainda segundo a APLB, o TCM-BA também estaria investigando o uso de mais de um milhão de reais do programa Lousa Digital na mesma gestão. Os técnicos do Tribunal não revelam detalhes da auditoria. 

Leia mais ...

Prefeito de Eunápolis diz que vai pagar salários dos servidores da Educação até o 5º dia útil

Enquanto a APLB de Eunápolis convoca greve dos funcionários das escolas municipais para a próxima segunda-feira, 4 de dezembro, o prefeito em exercício Flávio Baiôco diz, em Nota Pública, que está se empenhando para pagar os salários de novembro aos servidores municipais, inclusive do quadro geral da Educação, até o 5º dia útil. O que torna a greve uma atitude no mínimo precipitada.

A Nota esclarece ainda que:

1 – O Município de Eunápolis/BA adotou a cultura de valorização dos seus servidores, com a elaboração de Planos de Cargos, Carreiras e Remunerações, assegurando-se as evoluções funcionais neles previstos, além dos reajustes salariais pactuados com as categorias, anualmente;

2 – A atual realidade do Município é o aumento das despesas em desproporcionalidade com o receita própria e dos repasses federais, especialmente, quanto aos recursos do FUNDEB, cuja folha de pagamento dos profissionais do magistério municipal absorvem aproximadamente 95% de todo o recurso, ao invés do percentual de 60% previsto no art. 22 da Lei 11.494/2007;

3 – O cenário impõe a adoção de providências imediatas, no sentido de assegurar o pagamento dos salários e demais compromissos do Município, com a eleição das prioridades, bem como de providências a médio e a curto prazo de contingenciamento de despesas, para fins de proporcionar a saúde financeira da Prefeitura.

Leia mais ...
Assinar este feed RSS
  • Jornalista Responsável: Carlos Geraldo Alves MTE/BA 4162 - Fundação: janeiro de 2008
  • E-mail: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo. ou O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.
  • Tel.: (73) 3281-6908 / (73) 99814-6777