Menu
Banner Prefeitura TOPO
26 de Maio de 2018

Prefeitura de Cabrália terá de divulgar atos da gestão financeira na internet. Falta transparência

Após abrir inquérito civil público, o promotor de Justiça João Paulo de Carvalho Costa, do Ministério Público estadual (MP-BA), constatou que a prefeitura de Santa Cruz Cabrália “não vem atendendo devidamente aos princípios da publicidade e transparência na veiculação de informações concernentes aos gastos públicos, e demais despesas inerentes à gestão pública”, em seu Portal da Transparência na internet.

Por conta disso, a prefeitura terá de publicar na internet informações de planos, orçamentos, leis de diretrizes orçamentárias, prestações de contas com parecer prévio, relatório resumido da execução orçamentária, relatório de gestão fiscal, bem como versões simplificadas desses documentos. Um acordo firmado com o MP-BA estabelece o prazo de 120 dias para isso acontecer.

O material deverá estar disponível em meio eletrônico, acessado e atualizado em tempo real, “para manter a transparência na gestão fiscal, sem que se admita quaisquer meios de restrição de acesso aos usuários”, salienta o promotor de Justiça. O acordo prevê ainda que, até a conclusão do portal, o prefeito ficará obrigado a disponibilizar para qualquer cidadão o acesso, por meio físico, de todas as informações e documentos referidos na Lei de Responsabilidade Fiscal.

 

Caberá ainda à municipalidade informar, diariamente, nas rádios, jornais, sítios oficiais, bem como em outros meios de comunicação local, orientações ao cidadão que deseje acessar os dados da gestão fiscal do Município. O serviço de busca e fornecimento de informações deverá ser gratuito.

Leia mais ...

Ministério Público baiano dá posse ao novo Corregedor-Geral

  • Publicado em Bahia

O procurador de Justiça Zuval Ferreira tomou posse nessa quinta-feira, dia 10, no cargo de corregedor-geral do Ministério Público estadual para o biênio 2018-2020. No discurso de posse, Zuval destacou as atribuições conferidas pela Constituição Federal ao MP e ressaltou a importância da Corregedoria para o fortalecimento da Instituição. O corregedor afirmou que vai trabalhar para aperfeiçoar o perfil construído nos últimos anos de um órgão que, prioritariamente, orienta, instrui, acompanha e capacita os membros, sem abrir mão de responsabilizar e punir nos casos necessários. “É do conjunto de atribuições, próprias da Corregedoria, que emerge a necessidade de modernização e atualização institucional, algo a ser permanentemente buscado. Tornar possível o alinhamento das condições internas de trabalho, em atuação cooperada com os demais órgãos e com todos os colegas da Instituição, para que seja alimentado o ideal que nos anima”, afirmou o novo Corregedor, com destaque para a maior aproximação entre a Corregedoria e os membros.

 

O procurador Zuval Ferreira ingressou no MP em 1977 e atuou nas comarcas de Itapicuru, Entre Rios, Caetité, Vitória da Conquista, Macaúbas, Poções, Bom Jesus da Lapa, Brumado e Paulo Afonso, chegando à capital em 1990. Foi promovido ao cargo de procurador de Justiça em 1996. Durante sua carreira, ocupou os cargos de conselheiro e subcorregedor. É também sociólogo e professor do Departamento de Ciências Humanas na Universidade do Estado da Bahia (Uneb).

Leia mais ...

Júri do caso Ronaldo Santana está mantido para 14 de maio em Eunápolis

O juiz titular da 1ª Vara Crime da Comarca de Eunápolis, Otaviano Sobrinho, manteve a data do júri popular do caso Ronaldo Santana, marcada para 14 de maio, não acatando a solicitação do Ministério Público (MP-BA) para adiar mais uma vez o julgamento por conta do conflito de agenda do promotor designado Davi Galo. O MP-BA teve que designar um novo promotor, Ariomar da Silva, do Núcleo do Júri do Ministério Público, que vai atuar com auxílio do promotor local, Luiz de Freitas. O júri está agendado para começar às 8 horas no fórum Mário Albiani, no bairro Dinah Borges.

 

Leia mais ...

Júri do caso Ronaldo Santana deve ser adiado mais uma vez em Eunápolis

  • Publicado em Poder

Mais uma vez, o júri popular marcado para julgar o caso do assassinato do radialista Ronaldo Santana, ocorrido há 20 anos em Eunápolis, deve ser adiado por motivo de força maior. Desta feita, o Ministério Público estadual informou que o novo promotor designado para o caso, Davi Gallo, está impedido de comparecer nos meses de maio e junho devido a compromissos na Promotoria de sua titularidade. O júri estava marcado para 14 de maio e o juiz da vara Crime da Comarca local, Otaviano Sobrinho, terá que encontrar um novo promotor ou remarcar nova data.

Leia mais ...
Assinar este feed RSS
  • Jornalista Responsável: Carlos Geraldo Alves MTE/BA 4162 - Fundação: Novembro de 2012
  • E-mail: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.  
  • Tel/Whatsapp: (73) 99814-6777