Menu
Banner Prefeitura TOPO
17 de Outubro de 2018

Prefeito de Cabrália canta vitória que não teve

Irmão da prefeita de Porto Seguro e cunhado do prefeito de Eunápolis, trio de investigados na Operação Fraternos, o prefeito de Cabrália Agnelo Júnior (PSD) não ganhou nada na eleição de 7 de outubro. O que resultado das urnas mostra é que a cidade está dividida politicamente, bem diferente de 2016, quando ele ganhou as eleições com 71% dos votos válidos. Agnelo perdeu quase todo seu capital eleitoral e não tem mais a confiança do eleitor.

Larissa, sobrinha do prefeito, apesar da ajuda da máquina municipal e das obras de asfaltamento em tempos de eleição, teve só 7 votos a mais que o Cacique Aruã e 191 a mais que Jânio Natal. Confira:

Larissa (PSD) - 2.249 votos

Cacique Aruã (PCdoB) - 2.247

Jânio Natal (Podemos) - 2.058 

Portanto, não dá pra Agnelo cantar vitória. Mesmo porque o eleito foi Jânio Natal (49.497) deixando Larissa (38.799) bem pra trás na contagem geral, com mais de 10,6 mil votos de frente. O prefeito de Cabrália não tem o que comemorar. Caso ele sobreviva à Operação da Polícia Federal, ainda terá pela frente um cenário eleitoral em 2020 bem diferente da facilidade que encontrou em 2016.

Por Geraldinho Alves, jornalista e editor do Bahia40graus

© 2018 | Todos os direitos deste texto são reservados pela Lei nº 9.610/98 a Carlos Geraldo Alves, jornalista e editor do Bahia40graus. A sua publicação, redistribuição, transmissão e reescrita sem autorização prévia é proibida. Caso tenha interesse em utilizar o texto entre em contato com o autor pelo whats app (73) 99814-6777.

 

Leia mais ...

Boca de urna: candidato a deputado e ex-prefeito são detidos no interior da Bahia

O candidato a deputado estadual Justino Santana de Mello (PHS) foi detido na manhã deste domingo (7/10), quando realiza boca de urna em frente à zona eleitoral do Colégio Modelo Luís Eduardo Magalhães, no município de Canavieiras, no sul da Bahia. A informação é da SSP-BA.

Preso em flagrante cometendo crime eleitoral, Justino foi conduzido por policiais militares à Delegacia Territorial do município, onde prestou esclarecimentos.

Ex-prefeito e mais 12 - Já no município de Coronel João Sá, distante 400 km da capital, o ex-prefeito José Romoaldo Costa foi levado à Delegacia Territorial da cidade juntamente com outras 12 pessoas pelo juiz eleitoral André Andrade Vieira, com o auxílio de policiais da 20º Batalhão da PM (Paulo Afonso) e da DT do município. Informações iniciais dão conta de que a casa do ex-prefeito funcionava de forma irregular como comitê eleitoral, de onde saía material de campanha.

 

Leia mais ...
  • Jornalista Responsável: Carlos Geraldo Alves MTE/BA 4162 - Fundação: Novembro de 2012
  • E-mail: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.  
  • Tel/Whatsapp: (73) 99814-6777