Menu
Banner Prefeitura TOPO
19 de Julho de 2018

Ministério Público joga duro com a Coelba por causar transtornos aos consumidores

  • Publicado em Bahia

O descaso da Coelba com os consumidores baianos levou o Ministério Público estadual a recomendar a empresa monopolista do fornecimento de energia elétrica no estado a restabelecer “com urgência” o convênio com a Caixa Econômica Federal para que o pagamentos das contas de luz voltem a ser realizados nas casas Lotéricas. A suspensão do convênio vem causando transtornos aos consumidores desde 1º de junho.  

 

Corte de energia - Foi recomendado também que a Companhia não suspenda o fornecimento de energia para consumidores inadimplentes, nem aplique multas aos usuários que estejam com faturas atrasadas, em relação ao período compreendido entre o dia da rescisão oficial do contrato até o momento em que ele for restabelecido.

Baseada na Resolução 768/2017 da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), a promotora afirma que a Coelba tem o “dever de disponibilizar serviço de atendimento à população que seja compatível com a demanda existente, não ocasionando demora exacerbada, longas filas, insatisfação geral e prejuízos para todos os usuários do estado da Bahia”.

 

 

Leia mais ...

Sorteio inacreditável da Mega Sena no São João deixa apostadores desconfiados

  • Publicado em Brasil

 

Acredite: 50-51-56-57-58-59 foram os 6 números da Mega Sena "sorteados" pela Caixa neste fim de semana de São João. Todos os 6 números com os mesmos algarismos e na sequência incrível é de 1 a cada 40 mil sorteios, segundo o matemático Marcelo Viana, diretor geral do Impa (Instituto de Matemática Pura e Aplicada). Levando em conta que a Mega Sena está no sorteio número 2.052 pra se ter uma ideia da “sorte” dos quatro apostadores que acertaram e levaram uma bolada de quase R$ 10 milhões cada um.

Leia mais ...

Juiza do TRE-BA tinha arquivado denúncias contra Wagner sobre obra da Fonte Nova

  • Publicado em Bahia

Patrícia Kertzman, juíza do TRE da Bahia, arquivou monocraticamente na semana passada processo contra Jaques Wagner que tratava dos mesmos fatos narrados na Operação da PF desta segunda-feira (26), relata o jornalista Lauro Jardim, colunista de O Globo.

Originário da Lava Jato, o processo – em que delatores narraram o pagamento de US$ 12 milhões em propina – foi encaminhado ao TRE-BA pela Justiça Federal no estado. A Procuradoria Regional Eleitoral recomendou a remessa para a PF, para abertura de inquérito. A juíza, porém, não viu elementos que justificassem a medida.

 

"Não há que se falar em instauração de inquérito policial, ressalvada a possibilidade de procedimento apuratório se, em algum momento, surgirem indícios concretos, e não meras conjecturas desprovidas de amparo na realidade fática, que o justifiquem", diz o despacho da magistrada.

 

 

 

Leia mais ...

Justiça do Trabalho na Bahia manda Caixa reintegrar gerente preso por roubo

  • Publicado em Bahia

Decisão absurda do Tribunal Regional do Trabalho da 5ª Região (TRT-5), na Bahia, determinou a reintegração de ex-gerente da Caixa Econômica Federal que está condenado à prisão por crime contra o sistema financeiro. A informação é do colunista Cláudio Humberto, do blog Diário do Poder. 

Segundo o blog, o criminoso ganhou o benefício do regime semiaberto e a Justiça do Trabalho deu 48 horas à Caixa para reintegrá-lo. Vai voltar a trabalhar no sistema que ele roubou. O TRT-5 ignorou alegação da Caixa de que só podem trabalhar em banco quem não responde a processo criminal ou cível. 

O gerente condenado à prisão ainda recebe “auxílio reclusão” de R$ 3.384,00 mensais da Caixa. Além de reintegrar o criminoso, o banco estatal está impedido de demiti-lo por justa causa. 

Leia mais ...
Assinar este feed RSS
  • Jornalista Responsável: Carlos Geraldo Alves MTE/BA 4162 - Fundação: Novembro de 2012
  • E-mail: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.  
  • Tel/Whatsapp: (73) 99814-6777