Menu
18 de Fevereiro de 2018
GERALDINHO ALVES

GERALDINHO ALVES

Pizzaria do STF será reaberta depois do carnaval para tratar do caso do diretor-geral da Polícia Federal

Depois de fazer declarações que não devia, o diretor-geral da Polícia Federal (PF), Fernando Segóvia, está no paredão. Se aqui fosse um país sério ele já teria pedido demissão ou seria demitido, não só pelas declarações que não devia dar a imprensa sobre o inquérito em andamento na PF que investiga se o presidente Temer recebeu ou não propina, mas pelo conjunto da obra. Mas aqui é o Brasil e é carnaval! O diretor-geral tem costas mais largas (leia-se Sarney e cia) do que os que querem sua cabeça. O deslize de Segóvia tem tudo para ser tratado na pizzaria do STF.

Porto Seguro: prefeitura faz balanço parcial do carnaval 2018. Veja fotos dos 2 primeiros dias

Cidade cheia, hotéis lotados, festa tranquila e grande percentual de turistas que voltaram à cidade por causa do sucesso dos carnavais anteriores é o balanço parcial feito pela prefeitura de Porto Seguro nesta segunda-feira, 12 de fevereiro.

A imagem pode conter: uma ou mais pessoas, noite, multidão e atividades ao ar livre

A imagem pode conter: uma ou mais pessoas, multidão e atividades ao ar livreA imagem pode conter: 6 pessoas, multidão, noite e atividades ao ar livre

AVALIAÇÃO POSITIVA

E a folia na cidade vai até sábado com o tradicional carnaval prolongado. “Minha avaliação parcial é muito positiva. Nos dois primeiros dias o circuito estava lotado de turistas e moradores. Está sendo um carnaval tranquilo, com todos os serviços públicos funcionando muito bem. Na saúde tivemos pouquíssimos atendimentos e a maioria foram casos leves”, avaliou o prefeito interino Beto Nascimento.

A imagem pode conter: 5 pessoas, pessoas sorrindo, pessoas em pé

BEM-ESTAR DOS FOLIÕES

Já o secretário de Turismo, Richard Alves, avalia também que “o carnaval tem sido muito positivo, com excelente público presente nas Passarela nos dois primeiros dias”. Ele destaca a segurança e a estrutura para garantir o bem-estar dos foliões.

“Estamos recebendo muitos turistas de diversos lugares do Brasil, a exemplo de Minas Gerais e Espírito Santo, além de muitos baianos também de diversas regiões do estado”, destaca o secretário.

A imagem pode conter: 12 pessoas, pessoas sorrindo, pessoas em pé e atividades ao ar livre

SUCESSO DOS CARNAVAIS

“O sucesso dos carnavais dos últimos anos faz com que os turistas retornem a nossa cidade nesse período. Nossas pesquisas mostram esse alto índice de retorno, especialmente no carnaval”, informa Richard.

Ele cita ainda que os hotéis estão mantendo altas taxas de ocupação no carnaval. “É a conquista do que está virando uma tradição na cidade: fazer bons carnavais”, salienta o secretário de Turismo.

A imagem pode conter: 5 pessoas, multidão e atividades ao ar livre

Richard Alves cita também que um levantamento parcial com empresários do trade turístico aponta para um aumento do consumo médio per capita dos turistas este ano, “aumentando a renda do município”, frisa o secretário.
Para ele, a programação do carnaval na Passarela foi montada para valorizar “a diversidade de públicos e estilos”. O secretário lembra que além do circuito da Passarela, há o carnaval com blocos culturais que envolve moradores e turistas, inclusive nos distritos. 

A imagem pode conter: 2 pessoas, multidão e atividades ao ar livreA imagem pode conter: uma ou mais pessoas e multidãoA imagem pode conter: 7 pessoas, pessoas sorrindo, pessoas em péA imagem pode conter: 3 pessoasA imagem pode conter: 8 pessoas, pessoas sorrindo, pessoas em péA imagem pode conter: uma ou mais pessoas, multidão, noite e atividades ao ar livreA imagem pode conter: 11 pessoas, multidão e atividades ao ar livreA imagem pode conter: 1 pessoa, sentado, bebida e área internaA imagem pode conter: uma ou mais pessoas, multidão e atividades ao ar livre

 

 

Vereadores com telhados de vidro jogando pedras nos vizinhos

Com telhado de vidro não se joga pedra no telhado do vizinho. Mas alguns vereadores de uma cidade da região estão fazendo isso, certamente sem se dar conta de que também são vulneráveis. Esquecem que empregam na prefeitura: mãe, esposa, filhos e até noiva, todos com bons salários em troca de favores. Vai que os colegas resolvem detonar a lista dos favorecidos também, hein? Quem vai passar vergonha são os parentes e afins nomeados, mas a população pode sair ganhando nessa guerra de bastidores.  

Neto Guerrieri fala do novo cenário político em Eunápolis, eleições 2018 e primeiras ações de sua secretaria

Bahia40graus inicia uma série de entrevistas concedidas ao jornalista Geraldinho Alves, editor do site, por personalidades que fazem a história da região. O primeiro entrevistado é Neto Guerrieri, ex-prefeito de Eunápolis (2013-2016) e novo secretário de Governo da gestão interina de Flávio Baiôco (que foi indicado por ele para ser vice de Robério em 2016). Neto tem 50 anos, é bacharel em Administração de Empresas, agropecuarista e filho do saudoso Arnaldo Moura Guerrieri, que foi prefeito de Santa Cruz Cabrália quando Eunápolis ainda era povoado e pertencia àquele município.

BAHIA40GRAUS: O que o levou a aceitar o convite para assumir uma secretaria no governo interino?

Neto Guerrieri: - O vice-prefeito Flávio Baiôco, hoje na interinidade, foi indicação minha e, portanto, temos uma ótima relação. Não podia recusar o convite dele para ajudar a administração nas questões políticas e administrativas, ainda mais nessa situação jurídica que o município atravessa. Eu já vinha ajudando fora do governo, mas agora assumindo uma secretaria estratégica vejo que fortalece o trabalho do prefeito Baiôco.

40GRAUS: Quais as primeiras ações a ser tomadas pela pasta agora sob seu comando?

NG: - Nesse primeiro momento temos a missão de buscar aproximar o governo da população, dos segmentos sociais, manter também com o Poder Legislativo uma relação mais próxima. Dialogando com cada setor da sociedade buscando o entendimento para podermos planejar melhor a administração e atender as demandas coletivas. Também vamos fazer os avanços da Comunicação do governo para que seja mais aberta, mais organizada e mais transparente.

40GRAUS: Por que o desmembramento do setor de Licitações da sua Secretaria?

NG: - O setor de Licitações é um setor técnico e a minha secretaria é um setor político, por isso achei melhor não manter as licitações sob o comando da pasta para desvincular a relação política da área técnica.

40GRAUS: E esse momento político de Eunápolis?

NG: - O município vive um momento político ainda um pouco confuso, as lideranças ainda estão buscando se posicionar. A população ainda está se habituando com o novo cenário. Mas Eunápolis é um município que cresce naturalmente e não podemos deixar a cidade parar, temos que trabalhar e buscar as oportunidades para o crescimento continuar acontecendo.

40GRAUS: Estamos em ano eleitoral, qual sua visão?

NG: - Esse é um assunto que realmente preocupa, Precisamos ter nossos representantes no legislativo estadual e federal. Mas acredito que algumas definições serão feitas na última hora, como tudo nesses país. Vamos tentar ver se neste primeiro semestre conseguimos articular e definir a questão política visando chegar nas eleições de outubro com nossos candidatos definidos.   

Assinar este feed RSS
  • Jornalista Responsável: Carlos Geraldo Alves MTE/BA 4162 - Fundação: janeiro de 2008
  • E-mail: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo. ou O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.
  • Tel.: (73) 3281-6908 / (73) 99814-6777