Menu
Banner Prefeitura TOPO
21 de Agosto de 2018

Retrato atual da saúde pública em Eunápolis: obras paradas e unidade sem funcionar

O slogan do governo municipal em Eunápolis diz que “o trabalho não para”, mas na prática constatamos obras paradas e, ao menos, uma unidade de Saúde sem funcionar.

Bahia40graus foi apurar denúncias de internautas e constatou um triste retrato com unidades de saúde pública em Eunápolis paradas, quando deveriam estar funcionando para atender a população da cidade. O governo municipal usa como slogan “o trabalho não para”, mas isso só acontece mesmo na propaganda. Veja o que constatamos:

1 - A obra da Nova Policlínica, no bairro Dinah Borges, iniciada em 2016, na gestão do ex-prefeito Neto Guerrieri, e que deveria ter sido entregue em 2017 (confira a placa da obra) pelo atual prefeito Robério Oliveira, está parada.

A imagem pode conter: nuvem, céu e atividades ao ar livre

Versão do governo - Em declaração ao blog, o secretário de Saúde Rodrigo Kuada justificou afirmando que a obra será retomada logo e já estaria em fase de acabamento, aguardando o último repasse da Caixa Econômica Federal e a contrapartida do município. Mas que já estão sendo providenciados esta semana.  

2 - A Academia de Saúde, no mesmo bairro, inaugurada na gestão anterior, está com as instalações com aspecto de abandono, o local não tem funcionário para permitir acesso ao público e os equipamentos parecem não passar por manutenção.

A imagem pode conter: planta, árvore, grama, atividades ao ar livre e natureza

Governo - O secretário de Saúde disse ao Bahia40graus que a Academia irá passar por reforma na estrutura, nos próximos dias, como está sendo feito na Academia do bairro Gusmão.

3 - A nova sede da Secretaria de Saúde, ali perto, mas no bairro Pequi, foi alugada há cerca de 2 meses ou mais e continua do mesmo jeito em que foi encontrada: vazia. Alguns equipamentos médicos estão depositados lá, mas no local não encontramos nenhum funcionário. 

Nenhum texto alternativo automático disponível.

Governo - Rodrigo Kuada afirmou que a reforma interna da nova sede da Secretaria de Saúde irá iniciar imediatamente e que a reforma externa estava dependendo do layout da fachada que só ficou pronto na segunda-feira (13).

Por Geraldinho Alves

A imagem pode conter: nuvem, céu e atividades ao ar livreA imagem pode conter: atividades ao ar livreA imagem pode conter: planta, árvore, grama, céu, atividades ao ar livre e naturezaA imagem pode conter: árvore, céu e atividades ao ar livreNenhum texto alternativo automático disponível.A imagem pode conter: céu, casa, campo de beisebol e atividades ao ar livreA imagem pode conter: nuvem, céu e atividades ao ar livreNenhum texto alternativo automático disponível.

Leia mais ...

Fraudes no hospital de Guaratinga colocam sob suspeita as gestões de Kenoel e Christine. Ministério Público tá na cola

  • Publicado em Poder

A temperatura está subindo.

As denúncias feitas pelo vice-prefeito de Guaratinga, Ezequiel Xavier, no início do ano, com grande repercussão na imprensa regional, apontando supostos desvios de recursos da Saúde no hospital Joana Moura, já mobilizaram a Polícia Federal e os ministérios públicos Estadual e Federal. O cerco está se fechando contra os suspeitos de fraudarem o faturamento das AIHs (Autorizações de Internações Hospitalares) do SUS. As duas gestões, a anterior de Kenoel Viana e da atual prefeita Christine Pinto respondem às investigações.

Versões - Tanto o ex-prefeito Kenoel, quanto a prefeita Christine dizem que são inocentes. A prefeita ainda diz que mandou apurar o fato assim que tomou conhecimento. Uma servidora já foi demitida, o então secretário de Saúde do período da denúncia feita pelo vice-prefeito pediu demissão, “mas esses são considerados ‘peixes pequenos’ diante do grande volume de desvios”, diz Ezequiel Xavier. O viés político pode atrapalhar as investigações, uma vez que os dois gestores disputam o poder na cidade.

Guaratinga - Enquanto isso, a pobre e explorada população de Guaratinga, cidade de 23 mil habitantes encravada no extremo sul baiano, a 700 km de Salvador, assiste o desfecho do caso, sem ter ao menos uma saúde pública de qualidade para desfrutar.

Impunidade - Infelizmente, é a política brasileira onde as famílias dominam os currais eleitorais na base do chicote, do coronelismo e do abuso do poder econômico, alimentado pela corrupção, graças à impunidade.

Leia mais ...

Postos de Saúde do SUS em Eunápolis ganham novos equipamentos

Diversos equipamentos de última geração já estão à disposição da Secretaria Municipal de Saúde de Eunápolis para equipar e melhorar o atendimento das Unidades de Saúde da rede de Atenção Básica da cidade. Segundo o secretário municipal de Saúde, Rodrigo Kuada, a cidade recebeu nebulizadores, ultrassons odontológicos, máquinas seladoras, dermatoscópios, fotopolimerizadores odontológicos, negatoscópios, entre outros, todos vindos da Sesab e Ministério da Saúde.

Leia mais ...

Policlínica de Teixeira de Freitas tem contratos investigados pelo Ministério Público após denúncia. Veja as empresas denunciadas

  • Publicado em Bahia

O Ministério Público estadual (MP-BA) abriu um inquérito para investigar irregularidades supostamente cometidas por três empresas que têm contratos com o Consórcio Interfederativo do Extremo Sul (CIES), responsável pela gestão da Policlínica de Teixeira de Freitas, inaugurada em novembro do ano passado.

 

Os alvos da  apuração são as empresas Policlínica Ultradoctor, o Laboratório Vistalab e a Pharma Serviços Farmacêuticos, todas com sede no região extremo sul da Bahia. Elas também têm contratos com a prefeitura de Teixeira de Freitas, comandada por Temóteo Brito (PSD). A investigação é conduzida pelo promotor George Elias Pereira. A Pharma tem como sócio Juliano Ferreira da Mota, que é diretor executivo do consórcio. A informação é da coluna Satélite do jornalista Luan Santos, do Correio.

 

Falsificação de documentos - O MP não se pronunciou sobre a investigação, mas, segundo apurou a Satélite, os contratos com as três empresas possuem irregularidades, que foram levadas à Promotoria. Entre os fatos denunciados estão a contratação delas sem licitação e a falsificação de documentos.

Leia mais ...
Assinar este feed RSS
  • Jornalista Responsável: Carlos Geraldo Alves MTE/BA 4162 - Fundação: Novembro de 2012
  • E-mail: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.  
  • Tel/Whatsapp: (73) 99814-6777