Menu
Banner Prefeitura TOPO
26 de Maio de 2018
GERALDINHO ALVES

GERALDINHO ALVES

Itabela: crise leva produtores de café a fechar BR 101

Um erro na previsão da conjuntura econômica por parte dos produtores de café de Itabela e região, aliado a falta de uma política reguladora por parte do governo, levou a classe a uma grave crise com poucas perspectivas de solução a curto prazo.

PROTESTO NA BR 101
Os produtores decidiram interditar o trânsito na BR 101, no trecho urbano de Itabela, na manhã desta quinta-feira, 7 de novembro, em protesto contra a situação, para chamar a atenção das autoridades agrícolas sobre as condições enfrentadas. Parte do que está acontecendo é consequência da dinâmica do mercado internacional do café, produto que vive queda de preço por conta das últimas supersafras dos maiores concorrentes do Brasil: Vietnã e Colômbia, onde o custo de produção na lavoura é muito menor. Mas, os produtores também colocam a culpa no governo federal. Os produtores acusam o governo de não fazer estoque regulador e trabalhar com estimativas de safra irreais feitas pela Conab (Companhia Nacional de Abastecimentio).

DÍVIDAS
A maioria dos grandes e médios produtores estocaram a safra deste ano na esperança de uma subida no preço do produto. Eles alegam que não conseguem pagar dívidas e alguns já começaram a demitir. A economia regional depende muito da atividade. Com as prefeituras demitindo em massa (quem ainda não fez terá de fazer até dezembro), a crise na lavoura do café ganha proporções gigantes região.

Teoney Guerra colaborou com informações.

BNDES e Caixa emprestaram R$ 7 bi a Euke Batista

O líder do PSB na Câmara, deputado Beto Albuquerque (RS), enviou requerimentos de informação aos ministros Fernando Pimentel (Desenvolvimento) e Guido Mantega (Fazenda) pedindo explicações sobre o financiamento público  a empresas do grupo EBX, do ex-bilionário Eike Batista. O PSB quer saber as condições e garantias estabelecidas nos contratos de financiamento e também sobre a legalidade desses contratos, estímulos tributários, desonerações e participação de bancos oficiais e fundos de pensão públicos em operações que beneficiaram as empresas citadas.

“Queremos entender as condições que foram dadas a estas empresas e se estes benefícios são os mesmos que qualquer outra empresa teria”, explicou o parlamentar.

O BNDES confirmou empréstimo de aproximadamente R$ 6 bilhões para corporações do empresário Eike Batista. O banco aprovou R$ 10,4 bilhões ao Grupo EBX, mas o valor não foi totalmente contratado. Receberam o benefício as empresas SIX Semicondutores, OGX Petróleo e Gás Participações S.A e OSX, indústria naval. A Caixa Econômica Federal também emprestou o valor de R$ 1,1 bilhão para a empresa.

A petroleira OGX Petróleo e Gás Participações S.A já entrou com pedido de recuperação judicial e tudo indica que a OSX seja a próxima. Da quantia devida à Caixa, R$ 400 milhões venceram este mês, e a empresa renegocia o débito. Já a dívida com o BNDES vence no fim de novembro, mas o presidente do banco, Luciano Coutinho, já avisou que deve renovar o prazo do empréstimo.

Por meio de outro requerimento de informação enviado ao presidente do Tribunal de Contas da União, ministro Augusto Nardes, o PSB deseja saber quais providências o TCU tomará quanto à fiscalização dos contratos de operações financeiras do BNDES e de outros órgãos públicos e instituições financeiras oficiais em benefício do grupo EBX. “Esperamos com a fiscalização do TCU esclarecer o destino dos recursos públicos nas empresas citadas que estão em situação de risco no mercado”, argumenta o líder do PSB na Câmara. Do blog de Cláudio Humberto.

Bahia é o 5º no ranking de homicídios

A Bahia é o 5º estado brasileiro na taxa de homicídios por 100 mil habitantes, de acordo com o Anuário Brasileiro de Segurança Pública, divulgado na terça-feira (5).
Segundo o levantamento, o estado registrou taxa de 38,5  mortes para cada 100 mil em 2012 - mesmo número registrado em 2011. Neste quesito, Alagoas é o estado que apresenta maior taxa (58,2).

O secretário estadual da Segurança Pública, Maurício Teles Barbosa, afirmou ao jornal A Tarde que não há como comparar as estatísticas entre os estados, pois eles possuem metodologias distintas para alimentar a pesquisa. Em relação aos números absolutos de homicídios, a Bahia está no topo do ranking - 5.462 registros no ano passado, contra 5.431 ocorrências em 2011.

Entre os crimes violentos letais intencionais (CVLI), a Bahia aparece na quarta posição, com 40,7 registros por 100 mil habitantes em 2012. Apesar disso, houve redução de 0,9% em comparação com o ano anterior, quando 41 casos foram registrados pelo levantamento. A categoria CVLI agrega as ocorrências de homicídio doloso (com intenção), latrocínio (roubo seguido de morte) e lesão corporal seguida de morte. Informações do A Tarde.

Assinar este feed RSS
  • Jornalista Responsável: Carlos Geraldo Alves MTE/BA 4162 - Fundação: Novembro de 2012
  • E-mail: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.  
  • Tel/Whatsapp: (73) 99814-6777