Menu
Banner Prefeitura TOPO
21 de Agosto de 2018

Home - Bahia 40 Graus

Rui Costa x José Ronaldo: a batalha pelos eleitores em Coité

Trava-se uma barulhenta batalha nas redes sociais pra ver quem teria colocado mais eleitores na praça da cidade de Coité: Rui Costa (PT) ou José Ronaldo (DEM)? A oposição diz que a caravana de Rui no fim de semana não levou quase ninguém, os petistas postaram nas redes que foi um sucesso. Na noite dessa segunda (20) o time de José Ronaldo postou fotos com muita gente em Coité recebendo o candidato a governador da oposição.  

Leia mais ...

Jânio Natal desfaz dobradinha com Uldurico Júnior, saiba por que

Fim da dobradinha cria mais dificuldades para a reeleição do jovem Uldurico.

No fim de semana passado, a dobradinha entre o candidato a deputado estadual Jânio Natal (Podemos) e o candidato da deputado federal Uldurico Pinto Júnior (PPL) praticamente foi desfeita, depois de algumas conversas. O motivo é simples: o ex-prefeito Ubaldino Pinto Júnior, dono da maioria dos votos de Uldurico na cidade, não estaria disposto a abraçar a campanha da dobradinha por diversos motivos pessoais e políticos. Sendo uma raposa velha na política regional, Jânio Natal tratou de pular fora do barco furado, o que deve criar mais dificuldades ainda na votação do jovem Uldurico no reduto da família Pinto. A outra velha raposa, Ubaldino, também teria falado com algumas pessoas que não participará da campanha eleitoral deste ano. As informações são de bastidores, ainda não confirmadas pelos candidatos, mas se a fumaça está tomando conta das conversas sobre o fato é porque há fogo.

Leia mais ...

Recomendação de comitê da ONU sobre Lula não tem efeito jurídico no Brasil

 

Petistas em todo o Brasil viralizaram nas redes sociais a recomendação do Comitê de Direitos Humanos da ONU de garantir ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) seus direitos políticos, mesmo ele estando condenado e preso. Mas o Ministério das Relações Exteriores, por meio de nota, afirmou que as conclusões do comitê têm apenas caráter de recomendação sem “nenhum efeito jurídico vinculante”.

 

A nota também diz que a delegação permanente do Brasil em Genebra não foi previamente avisada da manifestação do comitê sobre o caso do ex-presidente nem recebeu pedidos de informações sobre o caso. Também declarou que o órgão da ONU não é integrado por países, mas por “peritos que exercem a função em sua capacidade pessoal”.

 

Jaques Wagner - Na Bahia, diversos militantes do PT e movimentos sociais repercutiram o fato, inclusive o ex-governador e candidato a senador Jaques Wagner. A recomendação do Comitê de Direitos Humanos da ONU, se cumprida, garantiria a Lula o direito de concorrer nas eleições deste ano, acesso à imprensa para debates e a membros do seu partido, apesar de preso nas instalações da Polícia Federal em Curitiba após ter sido condenado em 2ª instância a 12 anos e um mês de prisão em processo da Operação Lava Jato.

 

O que disse o comitê - A vice-presidente do Comitê de Direitos Humanos da ONU, Sarah Cleveland, afirmou ao Portal UOL, na sexta-feira (17/8), que o Brasil tem "a obrigação legal" de cumprir a determinação sobre a participação do ex-presidente Lula nas eleições de outubro: "O comitê não é uma Corte. Então essa não é uma ordem judicial. Mas o Brasil é um signatário de tratados, e a posição do comitê é que o Brasil tem obrigação legal de cumprir o pedido do comitê", declarou Sarah.

Leia mais ...

Neto Guerrieri mostra a força da ‘Corrente do Bem’ e apresenta seus candidatos a Eunápolis

Com grande público local e presença de lideranças de 5 cidades, o ex-prefeito Neto Guerrieri realizou na noite desta sexta-feira, 17 de agosto, um encontro político que mostra sua disposição para retornar a prefeitura de Eunápolis em 2020 e que cria um divisor de águas, estabelecendo uma nova ordem na política local.

 

 

Em uma noite que ficará para história, centenas de pessoas prestigiaram a apresentação oficial dos candidatos do grupo político Corrente do Bem, liderado pelo ex-prefeito Neto Guerrieri: Adolfo Viana (PSDB) para deputado federal e Jânio Natal (Podemos) para estadual. O evento, que teve ainda a presença do atual vice-prefeito Flávio Baiôco; do prefeito de Belmonte, Janival Andrade; do vice-prefeito de Itagimirim, Luisinho; do ex vice-prefeito de Itapebi, Professor Gunga, além de ex-secretários municipais e vereadores de Eunápolis e Cabrália, aconteceu no Espaço Vila. O ex-secretário municipal e ex-vereador Valdiran Marques coordenou o encontro, que foi apresentado pelo radialista Jean Ramalho.

 

Líderes comunitários - A presença maciça de líderes comunitários mostrou a grande força política que o ex-prefeito Neto mantém em Eunápolis e que ele busca reunir em torno do grupo “Corrente do Bem”, um projeto que vem crescendo muito. A gestão diferenciada que Neto fez entre 2013 e 2016, sendo certamente o prefeito que mais realizou obras na história recente do município (desde 1988), lhe dá total credibilidade para seguir na política com determinação, independência e boas alianças.

 

Image may contain: 5 people, people smiling, people standing

 

DISCURSOS

Em sua fala, o deputado Jânio Natal prestou homenagem a esposa de Neto e ex-secretária municipal Ciça Guerrieri, exaltou os valores da família, contou um pouco de sua trajetória política e deu cutucadas no atual prefeito de Eunápolis, que chamou de “prefeito federal”, uma clara alusão à Operação Fraternos que afastou 3 prefeitos da região, todos da mesma família, em novembro do ano passado. Jânio lembrou que destinou cerca de R$ 4 milhões em emendas a Eunápolis para a Saúde (a Policlínica é uma delas) e Infraestrutura. Também confirmou a implantação da sub-unidade do Corpo de Bombeiros na cidade.

 

Image may contain: 5 people, people smiling, crowd

 

DEPUTADO FEDERAL

Já o deputado Adolfo Viana fez um discurso leve, falou do seu crescimento eleitoral no interior da Bahia e do compromisso que está fazendo com Eunápolis a partir da relação com o amigo Neto Guerrieri. Disse que em todas as cidades em que foi votado nos dois mandatos para deputado ele teve o reconhecimento dos eleitores pela sua forma de fazer política comprometida com as causas de cada município. prometeu ser um deputado presente na cidade e foi muito aplaudido, criando forte empatia com o público.

 

Carta-compromisso 

Neto Guerrieri disse que ele e o vice-prefeito Flávio Baiôco assinarão junto com os dois candidatos uma Carta-Compromisso com as prioridades locais, cujo teor foi distribuído no encontro desta sexta. Entre as prioridades estão: Revitalização do Rio Buranhém; Duplicação da BR 101; Construção de um viaduto no cruzamento das rodovias BR 101 e BR 367; Construção do campus da Uneb; Obras de saneamento básico; Doação da área do DNIT para transformar em área de lazer; Construção do Aterro Sanitário; Ampliação do Distrito Industrial e Convênios federais para desenvolvimento do esporte local.

Image may contain: 20 people, people smiling, crowdImage may contain: 5 people, people smilingImage may contain: 3 people, people smilingImage may contain: 8 people, people smiling, crowdImage may contain: 7 people, people smiling, textImage may contain: 4 people, people smiling, textImage may contain: 8 people, people smilingImage may contain: 4 people, people smiling, textImage may contain: 5 people, people smiling, people standing and textImage may contain: 6 people, people smiling, people standingImage may contain: 5 people, people smilingImage may contain: 3 people, people smiling, beardImage may contain: 3 people, people smilingImage may contain: 3 people, people smilingImage may contain: 10 people, people smiling, people standingImage may contain: 8 people, people smiling, people standingImage may contain: 10 people, crowdImage may contain: 10 people, people smiling, crowdImage may contain: 7 people, people smiling, people sittingImage may contain: 12 people, crowdImage may contain: 15 people, people smiling, crowdImage may contain: 4 people, people smiling

A imagem pode conter: 6 pessoas, incluindo Humberto Botelho Cachoeira e Jorge Maécio, pessoas sorrindo, pessoas em péImage may contain: 2 people, people smiling, beard and closeupImage may contain: 4 people, people smiling, text

A imagem pode conter: 6 pessoas, incluindo Humberto Botelho Cachoeira e Jorge Maécio, pessoas sorrindo, pessoas em pé

Image may contain: 14 people, people smiling, people standing and crowd

 

 

 

 

 

 

Leia mais ...

Prefeitura desocupa Beco das Flores na orla de Porto Seguro mais uma vez

Justiça Federal expediu mandado de reintegração de posse. A primeira desocupação foi em 2012.  

 

Em ação conjunta com apoio das polícias Federal e Militar, a prefeitura de Porto Seguro demoliu 6 boxes que foram construídos no Beco das Flores, na orla norte da cidade, ao lado da barraca de praia Axé Moi, de propriedade do vice-prefeito da cidade Humberto Nascimento (Beto Axé Moi). Ação cumpriu mandado de reintegração de posse expedido pela Justiça Federal. Em 2012, após um tiroteio que causou pânico ao trade turístico, 13 boxes que existiam no local foram demolidos também por ordem judicial. O beco das Flores foi considerado pela polícia como ponto de venda de drogas e recepção de pertences roubados de turistas.

Leia mais ...

Brasileiros ficam sem proteção de dados pessoais na internet

A internet brasileira virou um big brother, ninguém tá seguro.

 

A Lei Geral de Proteção de Dados, sancionada pelo presidente Michel Temer, não garante a segurança de dados pessoais como prometeram os políticos, diz a coluna do jornalista Cláudio Humberto, do blog Diário do Poder. Para especialistas, com o veto à criação do órgão fiscalizador, os cidadãos terão de confiar que seus dados não serão compartilhados por empresas inescrupulosas. E quem for lesado terá que provar na Justiça, tecnicamente, que teve as informações vazadas. A lei brasileira foi baseada em legislação da União Europeia, que prevê multas de até 20 milhões de euros, mas lá, existem os órgãos fiscalizadores. Aqui no Brasil, sem fiscalização, o cidadão será obrigado a provar o vazamento, sob risco de ter que pagar honorários em caso de derrota. As denúncias serão escassas. Fora isso, ainda há a questão dos crackers - clandestinos e autorizados - cada vez mais atuantes, que invadem celulares e computadores como se fosse uma brincadeira de adolescente, tornando a internet uma sala aberta onde se escutam e leem conversas, imagens, etc.

Leia mais ...

Como foi cada candidato a governador da Bahia no debate na TV Band - Editorial

Na noite de quinta-feira, 16 de agosto, os candidatos a governador da Bahia se enfrentaram no 1º debate televisivo das eleições 2018 no estado, realizado pela TV Band. Bahia40graus faz aqui algumas observações sobre o desempenho de cada um:

Propaganda - Ficou evidente que a popularidade do atual governador Rui Costa (PT), cujo partido está no poder desde 2006 no estado, vem muito mais da eficiência da propaganda do que dos resultados reais. O governo petista foi alvo de críticas de todos os candidatos concorrentes, menos de João Henrique (PRTB), ex-prefeito de Salvador, que parece estar ciente do seu papel de mero coadjuvante e ficou em cima do muro. Deu uma cutucada de leve apenas a imprensa (nos “donos dos meios de Comunicação”) quando foi citado como o “pior prefeito”.   

Realidade - A verdade é que a economia baiana apresenta uma histórica desigualdade social com números assustadores que vêm desde o domínio carlista antes do PT. Os indicadores negativos atuais de desemprego, segurança pública, saúde, educação e meio ambiente revelam, na versão às vezes exageradas da oposição, que a correria do governo Rui Costa está em câmera lenta e não acelerada como aparece na propaganda

“Fila da morte” - Os ataques estatísticos e as promessas vagas foram o tom do debate. Mas a tal da “fila da morte” nos hospitais públicos da Bahia impactou. A ineficiência do setor de Regulação do SUS no estado é grave. Rui preferiu dizer que construiu hospitais e policlínicas, prometeu construir mais. O tempo curto dados aos candidatos no modelo de debate feitos na TV acaba não permitindo aprofundar temas relevantes, como a questão da crise hídrica no estado, levantada pelo jornalista Levi Vasconcelos. O telespectador também não participa nem pelas redes sociais e o debate chega a ficar desinteressante.

Primeira candidata negra a governadora da história da Bahia, a ex vice-prefeita de Salvador Célia Sacramento (Rede) teve boa performance, deu algumas cutucadas com classe e falou com propriedades sobre temas relevantes, focando na Educação, sua área de conhecimento. Tem tudo para crescer nessa campanha até outubro se tiver chance de mostrar suas ideias. Ela também saiu-se bem de outra pergunta do jornalista Levi Vasconcelos, sobre sua antiga aliança com ACM Neto. Foi até didática, afinal é professora universitária.

Ex-ministro da Integração, João Santana (MDB) parece detentor de um vasto conhecimento de gestão pública, domina bem estatística, mas ainda lhe falta a pegada do político para traduzir sua bagagem num discurso palatável. Se não fosse o desgaste MDB com as mazelas do governo Temer e o caso policial envolvendo o ex-ministro Geddel e família, João poderia até ter alguma chance como a 3ª via nessa disputa.

José Ronaldo (DEM) parece que está só cumprindo tabela, precisa empolgar mais. Deixou o prefeito de Salvador ACM Neto fora do seu discurso. Teve um desempenho razoável, podia ser melhor. Caiu na provocação de Rui e falou muito de Feira de Santana, mas é uma campanha para governador e não para prefeito.

Marcos Mendes (Psol) Bateu forte nas políticas públicas (ou a falta delas) do governo petista na Bahia, mostrando números negativos. Mirou em Rui quase o tempo todo, chamando a atenção para si. Mas também bateu no grupo carlista. É franco atirador, traz na bagagem conhecimento da realidade baiana e fala bem. É bom prestar a atenção nele nos próximos debates.

 

Por Geraldinho Alves, jornalista e editor do Bahia40graus

Leia mais ...

Amós Bispo herda legado do MDB em Eunápolis e tenta vaga para deputado estadual

Entre os candidatos a deputado estadual que moram em Eunápolis, o ex-vereador Amós Bispo pode passar a ser a 3ª via para quem não quer votar no chapão da base de Rui Costa, do qual fazem parte as candidatas Larissa Oliveira (PSD), filha do prefeito da cidade Robério, e Cordélia (PMB), companheira do ex-prefeito Paulo Dapé, ou ainda nos outros candidatos de menor expressão.

 

Por fora - Correndo por fora, o candidato do Patriota, Pedro Vailant, representante do agronegócio e dos fazendeiros da região, ainda não definiu bem o real posicionamento de sua candidatura, uma vez que rumores nos bastidores dão conta que ele articula com o deputado federal e candidato à reeleição Uldurico Pinto Júnior (PPL) uma dobradinha reprovada pela sua própria legenda. Os outros candidatos da cidade a uma vaga na Assembleia Legislativa são Tetéia do Jegue (PPL) e Bruno do Trigo (PSL).

 

MDB - Largando com certo atraso na campanha, Amós pretende herdar os votos do MDB, legenda histórica na cidade, que já elegeu três deputados estaduais: José Ramos (pai), Paulo Dapé e Júnior Dapé. “Eu não abri mão do MDB porque sou um político de grupo e o partido me pediu para ser candidato”, observou Amós.

Leia mais ...

Roberta Caires de volta à cena política em Porto Seguro

Presidente estadual da ala feminina do DEM e dirigente da Fundação Cidade Mãe, em Salvador, Roberta Caires está de volta à cena política em Porto Seguro, onde disputou a prefeitura em 2016. Volta cheia de moral e respaldo, mais madura, dominando gestão pública (está fazendo mestrado na área) e conhecendo os caminhos das pedras.

 

Futuro -  Roberta tem recebido elogios rasgados do prefeito da ACM Neto, pelo trabalho que vem desenvolvendo na capital e que pretende trazer para Porto. Ela é um nome natural para 2020 na cidade, caso mantenha a caminhada na direção de pensar um governo planejado que busque romper a cultura do improviso e da politicagem. Tem futuro. Um assessor dela revelou que em breve um projeto relevante será apresentado à cidade, mobilizando principalmente as mulheres portossegurenses.

 

Hoje - Nesta quinta-feira, no hotel Porto das Naus, às 19 horas, Roberta apresenta um evento importante aos empresários de Porto Seguro, com participação do deputado federal Arthur Maia e convidados. Admiradores, simpatizante e curiosos podem participar, a entrada é franca.

 

Por Geraldinho Alves

Leia mais ...

Ausência de dolo nas contas do ex-prefeito Neto Guerrieri garante contestação também na Justiça comum

Ex-prefeito de Eunápolis entrou com recurso no TCM pedindo ao conselheiro Paolo Marcone revisão da decisão do parecer opinativo sobre as contas de 2015, mas Neto ainda pode contestar na Justiça comum em caso de votação desfavorável por parte dos vereadores, porque não houve dolo nas irregularidades apontadas, segundo ele.

 

Consta na pauta da Câmara Municipal de Eunápolis desta quinta-feira, 16 de agosto, o início do processo de julgamento das contas de 2015 do ex-prefeito Neto Guerrieri. O presidente Paulo Brasil disse ao Bahia40graus que a lei manda colocar em pauta o início do julgamento na 1ª sessão ordinária após o Legislativo receber o parecer opinativo do TCM (Tribunal de Contas dos Municípios).

 

Recurso - O ex-prefeito disse que seu advogado Michel Reis já entrou com recurso no TCM, em Salvador, pedindo revisão do parecer do conselheiro Paolo Marcone, que decidiu pela rejeição. Ele está confiante em reverter a situação. “Já conseguimos provar que não houve dolo nas questões apontadas como a ausência de cotação de preços em algumas licitações. Todas as nossas licitações foram feitas com transparência, inclusive acompanhadas por representante do Ministério Público estadual” esclarece Neto. “Os preços foram praticados pela média de mercado após pesquisa feita pelo setor de Compras”, conclui o ex-gestor.

 

Trâmite - De acordo com o presidente da Câmara, os vereadores agora terão 15 dias, a partir de hoje, para que a Comissão de Contas analise o parecer do TCM. Jorge Maécio, Gildair da Telha Sul e Daniel Queiroz integram a Comissão. Durante o processo, o ex-prefeito terá 10 dias para apresentar sua defesa. Paulo Brasil acredita que todo o trâmite do julgamento das contas dure em torno de 45 a 60 dias. A Câmara Municipal de Eunápolis tem 17 vereadores, para aprovação das contas o ex-prefeito precisará de 12 votos favoráveis.

 

Dúvida - Mas todo o processo de julgamento das contas pode ser interrompido pelo TCM, antes mesmo da votação, caso o órgão acate o recurso e reverta a decisão de rejeição. O que tornará o julgamento sem efeito.

 

  

 

Leia mais ...
Assinar este feed RSS
  • Jornalista Responsável: Carlos Geraldo Alves MTE/BA 4162 - Fundação: Novembro de 2012
  • E-mail: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.  
  • Tel/Whatsapp: (73) 99814-6777