Menu
Banner Prefeitura TOPO
18 de Junho de 2018

Duas tentativas de homicídio marcam o fim de semana em Eunápolis

Duas tentativas de homicídio marcaram o fim de semana em Eunápolis, de acordo com informações da 7ª Cia Independente da Polícia Militar.

Sexta-feira - 9/6 - Ao investigar denúncia feita por volta das 21 horas de disparos de arma de fogo na Rua Projetada, no bairro Pequi, PMs localizaram a vítima, Juliana Prates, de 28 anos, alvejada quando passava de motocicleta no logradouro. Ela relatou aos policiais que um homem desceu de um Pálio prata e efetuou os disparos. Juliana foi atendida no Hospital Regional com ferimentos no braço e quadril, mas não corre risco de morte.

Outra tentativa - Na mesma noite, por volta das 23:20 horas, a ronda do 1º Pelotão da PM no bairro Pequi recebeu informações de que havia um homem caído na Rua Santa Rita vítima de agressão. Os PMs localizaram  Lionardo Gomes Nascimento, morador do bairro recanto das Árvores (Minas Gerais), que não soube dizer aos policiais a motivação do crime nem quem poderia ser o autor. Uma unidade do SAMU foi chamada ao local e constatou que a vítima foi atingida provavelmente por uma faca nas costas. Após receber os primeiros socorros Lionardo foi conduzido para o Hospital Regional e seu estado de saúde é estável, não correndo risco de morte.

Leia mais ...

Assalto a Prosegur em Eunápolis começa a ser desvendado, Polícia Federal prende suspeitos

Uma operação da Polícia Federal nesta segunda-feira, 28 de maio, cumpre dois mandados de prisão temporária, cinco de busca e apreensão em Osasco e em São Paulo, além de bloqueio de valores em contas bancárias como parte da investigação ao assalto cinematográfico realizado em Eunápolis, contra a empresa de transporte de valores Prosegur, em março passado. O nome da Operação é Costa do Descobrimento.

 

Segundo a PF, os bandidos seriam de São Paulo e chegaram em 11 automóveis e uma moto na cidade no sul da Bahia. Eles bloquearam as entradas do quartel da PM na cidade com carros, que foram incendiados. Em seguida, o grupo efetuou diversos disparos de fuzil, atingindo um segurança da empresa, que morreu no local.

 

Durante a investigação, a PF descobriu que a ação foi organizada por um consórcio de duas facções criminosas, uma de Porto Seguro e o Primeiro Comando da Capital (PCC). Eles teriam alugado um galpão usando documentos falsos e chegaram a constituir empresas em São Paulo para abrir contas e movimentar o dinheiro obtido de forma ilícita.

 

Leia mais ...
  • Jornalista Responsável: Carlos Geraldo Alves MTE/BA 4162 - Fundação: Novembro de 2012
  • E-mail: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.  
  • Tel/Whatsapp: (73) 99814-6777