Menu
21 de Janeiro de 2018
REDAÇÃO

REDAÇÃO

STJ autoriza posse da ministra do Trabalho que não assinava carteira dos funcionários

O Brasil vai de mal a pior com a hipocrisia reinando e os políticos em Brasília debochando da opinião pública. Nesta segunda-feira, 22 de janeiro, toma posse a nova ministra do Trabalho, Cristiane Brasil, marcada por não assinar carteira de trabalho dos funcionários. O STJ concedeu liminar autorizando a posse.

Cristiane é deputada federal e filha do ex-deputado Roberto Jeferson, cacique do PTB, o primeiro delator do Mensalão, que até pouco tempo cumpria prisão domiciliar condenado por corrupção passiva e lavagem de dinheiro, mas recebeu indulto do STF. Na política o crime compensa.  

 

 

Porto Seguro e Eunápolis não precisam de vacinação em massa contra febre amarela

Segundo informações das prefeituras de Porto Seguro e Eunápolis as duas cidades estão fora da zona de risco da febre amarela definida pelo Ministério da Saúde. na Bahia, apenas 8 dos 417 municípios terão campanha de vacinação em massa. 

Ainda de acordo com informações das secretarias municipais de Saúde de cada cidade, Porto Seguro, com 149 mil habitantes, vacinou 38 mil pessoas em 2017 e Eunápolis vacinou 35 mil pessoas. Os dois municípios do extremo sul baiano vão seguir o calendário normal de vacinação nos postos de saúde sem necessidade de campanha de vacinação em massa.

Vereador Jorge Maécio destaca regularidade e eficiência da limpeza pública em Eunápolis

Líder do Governo na Câmara Municipal, o vereador Jorge Maécio (PP) destacou nesta sexta-feira, 19 de janeiro, a regularidade e eficiência do serviço de limpeza pública em Eunápolis: “Há um trabalho regular e eficiente sendo feito todo dia, em diversos bairros da cidade, por equipes da prefeitura de varrição, capinagem e manutenção das praças e jardins, deixando a cidade limpa e proporcionando melhor qualidade de vida aos moradores”,  comentou Maécio. 

O edil disse ainda que a população eunapolitana, de 115 mil habitantes, produz em média 100 toneladas de resíduos por dia, incluindo o lixo domiciliar, das feiras livres, mercados, além de grande quantidade de dejetos que são jogados em áreas proibidas. 

“Até para o mais incisivo crítico da administração municipal é inegável que Eunápolis é uma cidade excepcionalmente limpa, mesmo com o número de garis bem abaixo do necessário. Ações como essa merecem nosso reconhecimento e de toda população a qual representamos como políticos”, finaliza o vereador.

BA: Delator da Lava Jato que entregou desvios na Transpetro é assassinado 2 meses após depor à PF

José Roberto Soares Vieira, 47 anos, delator da Lava Jato que levou à prisão do ex-gerente da Transpetro na Bahia, José Antonio de Jesus, foi assassinado com 9 tiros a queima-roupa, nesta quarta-feira, 17 de janeiro, na rodovia BA-522, quando chegava em sua empresa – JRA Transportes - em Candeias, interior da Bahia. Ex-prefeito de Ourolândia pelo PT, a vítima tinha prestado depoimento à Polícia Federal há dois meses e foi fundamental para o caso.

A JRA Transportes teve como sócio, entre 2011 e 2013, o filho do ex-gerente da Transpetro, José Antônio de Jesus, preso provisoriamente em 21 de novembro pela Operação Lava Jato, acusado de receber propina de subsidiárias da Petrobras através de empresas e contas bancárias de parentes. O dinheiro, diz o Ministério Público Federal, ia para o PT da Bahia.

José Roberto Soares Vieira decalrou à PF que a JRA Transportes foi usada por José Antônio de Jesus para receber pagamentos de empresas fornecedoras da Transpetro sem prestar qualquer serviço. O MPF identificou R$ 2,3 milhões pagos ao o ex-gerente.

O depoimento serviu para que a Procuradoria-Geral da República pedisse a prisão do ex-gerente, acatada pelo juiz Sergio Moro. José Antônio está preso há dois meses em Curitiba. O assassinato pode ter ligação com o caso.

A delegada Maria das Graças Barreto, da delegacia de Candeias, disse ao jornal Folha de São Paulo que "não há dúvida" de que a morte de José Roberto Soares Vieira foi um crime planejado. O assassino procurou Vieira várias vezes nos últimos dias. 

Por volta das 11h40 de quarta, o assassino abordou Vieira quando entrava na empresa, deu os 9 tiros e fugiu. A polícia trabalha com três hipóteses, queima de arquivo, vingança e crime político, já que a vítima era filiada ao PT.

Assinar este feed RSS
  • Jornalista Responsável: Carlos Geraldo Alves MTE/BA 4162 - Fundação: janeiro de 2008
  • E-mail: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo. ou O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.
  • Tel.: (73) 3281-6908 / (73) 99814-6777