A pré-campanha eleitoral pegou coronavírus

As restrições sociais impostas para evitar a circulação do coronavírus na Bahia e no Brasil paralisou as pré-campanhas eleitorais. 

Redes sociais

Os políticos estão confinados nas redes sociais, mas falando de coronavírus. Já o eleitor, bombardeado de informações sobre a doença e apavorado com o cenário, está correndo atrás do emprego ameaçado, de alimentos, máscaras e álcool gel. Não quer saber de política.

As eleições de outubro estão ameaçadas. 

Por Geraldinho Alves, jornalista e editor do Bahia40graus

error: