O miojo de Luigi ao molho de coronavírus em Porto Seguro

Spread the love

Empresário que ainda não fala 100% nosso idioma, está desinformado sobre medidas dos governos (principalmente na cidade onde mora e tem negócios) para compensar a crise econômica e combater o coronavírus.
Dono do resort La Torre, onde 3 gatos foram encontrados dentro de um saco de lixo, em dezembro de 2019, virou comentarista da situação do coronavírus, usando as redes sociais para se promover.

Candidatura derreteu

Italiano naturalizado brasileiro com finalidade de ingressar na política, Luigi é pré-candidato a prefeito de Porto Seguro, mas sequer lamentou as perdas dos conterrâneos em seu país de origem. Não disse uma palavra ainda da tragédia que tomou conta da Itália com o coronavírus. 
O que acontece é que Luigi está vendo sua candidatura derreter com o novo cenário político e econômico do Brasil, que afeta em cheio Porto Seguro. Parece tentar uma saída honrosa, talvez para adiar os compromissos feitos na pré-campanha.

Importado

O 1º caso de coronavírus de Porto Seguro foi importado de São Paulo. O candidato a prefeito importado da Itália está infectando a pré-campanha eleitoral nesse cenário de incertezas, postando mensagens oportunistas e desinformadas. Tá virando a mala das redes (tem quem afirme que não virou, já era).

No último video, Luigi parece mais um comediante, com discurso de encomenda, desprovido de dados. A sociedade porto-segurense não gostou, com toda razão. A prefeita de Porto Seguro publicou Nota de Repúdio. Até o comandante da Polícia Militar no município reagiu.

Temos um recado para o mala sem alça: Não é hora de servir miojo com molho de coronavírus.

error: