Presidente do TSE diz que ainda não é possível prever nova data das eleições municipais

Spread the love

Com a atual velocidade da escalada da Covid-19 no Brasil não há mais nenhum político em Brasília ou integrante do Judiciário que duvide da necessidade do adiamento das eleições 2020 para depois de outubro. Ainda que seja para um data mais próxima como quer o presidente do TSE, ministro Luís Roberto Barroso. 

Em mais uma entrevista à imprensa, Barroso disse que é impossível dizer a data das próximas eleições municipais.

Cenário em junho definirá

“Existe uma pandemia no mundo, ela atingiu o Brasil e a curva, neste momento, ainda é uma curva ascendente. Se, até meados de junho, a situação continuar semelhante à que se encontra hoje, talvez seja inevitável a necessidade de se adiar as eleições. Mas a minha primeira vontade não é adiar. Se for inevitável, que seja pelo prazo mínimo. Eu já fiz uma intervenção informal com presidente do Senado, Davi Alcolumbre, e com o presidente da Câmara, Rodrigo Maia, para afinarmos as nossas posições e termos um discurso unificado sobre a eventual necessidade de adiamento”, ressaltou o presidente do TSE ao jornal Correio Braziliense.

error: