UTIs de Porto Seguro e Eunápolis não podem virar disputa política

Spread the love

UTIs de Porto Seguro e Eunápolis não podem virar disputa política

O local mais indicado para instalação de novos leitos de UTI em Porto Seguro é, sem dúvida, a área externa do Hospital Luís Eduardo (HLEM), como fizeram em Teixeira de Freitas, um hospital de campanha. E não no hospital particular Neurocor, porque pode demorar muito até ficar pronto. O Estado tem como resolver fácil, liberar o Neurocor para montar suas UTIs e iniciar a montagem do hospital de campanha no HLEM, simples assim.

Eunápolis também

Assim como em Eunápolis os leitos de UTI devem ser no estacionamento do Hospital Regional e não no Hospital das Clínicas, particular, que não tem estrutura para receber 10 leitos de UTI. Também iria demorar demais, além de gastar muito mais.

Mas os políticos de oposição nas duas cidades – Jânio Natal em Porto e Cordélia em Eunápolis – têm o direito legítimo de articular e cobrar os novos leitos de UTIs. Por que não? A reação dos governistas foi desnecessária.  Atacá-los como ‘caroneiros’ ou ‘oportunistas’ não passa de paixão política vencida. Eles estão fazendo a parte deles.

Deputado

Jânio Natal (PL), inclusive, é deputado estadual com reduto eleitoral na região e ele vem desde antes da pandemia cobrando a ampliação dos leitos de UTI no HLEM, para onde já destinou emendas para aquisição de ambulâncias e EPIs, antes e durante o coronavírus. Se o interesse é eleitoral, que a população aproveite o que for bom. Afinal, as ações do governador também visam favorecer prefeitos aliados.

Já Cordélia Torres (DEM) vem cobrando estrutura da saúde pública em Eunápolis faz muito tempo, não apenas agora na pandemia. Ela faz coro com a população maltratada no Hospital Regional e amedrontada com tanto descaso.

error: