Rachadinha na Alerj: Queiroz é finalmente preso em São Paulo

Spread the love

Cumprindo ordem judicial, a Polícia Civil do Rio de Janeiro prendeu na manhã desta quinta-feira, 17 de junho, Fabrício Queiroz, ex-assessor do senador Flávio Bolsonaro. 

Queiroz e Flávio são investigados pelo Ministério Público do Rio de Janeiro por suspeita de participarem do esquema da rachadinha na Assembleia Legislativa do Rio, durante o mandato de Flávio Bolsonaro como deputado.

Flávio Bolsonaro e Fabrício Queiroz

Queiroz foi preso em Atibaia, no interior de São Paulo, em um imóvel pertencente a um advogado que também presta serviço ao senador.

A operação também cumpre mandados de busca e apreensão em diversos endereços no Rio de Janeiro. Um deles é a casa de Bento Ribeiro, escritório político da família Bolsonaro.

Entenda

De acordo com o relatório do Coaf, o então assessor fabrício Queiroz movimentou R$ 1,2 milhão entre janeiro de 2016 e o mesmo mês de 2017. Da mesma conta saíram R$ 24 mil depositados em uma conta bancária da hoje primeira-dama, Michelle Bolsonaro.

error: