Empresários do turismo em Porto Seguro se unem para implantar mais leitos de UTI e comprar medicamentos

Spread the love

Louvável a iniciativa de empresários, entidades e gestores da área de hotelaria e eventos de Porto Seguro, no extremo sul da Bahia, que vem ganhando força com adesão das principais empresas e entidades ligadas ao turismo. Batizado de Árvore do Bem, o movimento tem como objetivo ajudar nas ações de combate à Covid-19 no município. Cada pessoa ou empresa que contribui tem seu nome impresso na Árvore do Bem e será contemplada com uma placa de reconhecimento pela ajuda.

A pandemia uniu empresários do turismo

UTI e medicamentos

Os empresários querem arrecadar recursos para implantação de mais 10 leitos de UTI na cidade, no hospital particular Neurocor, conveniado à Unimed. Segundo o movimento, parte do dinheiro arrecadado também será destinado para compra de medicamentos usados nos 10 leitos de UTI já existentes no hospital público Luís Eduardo Magalhães (HLEM), unidade terceirizada pelo governo estadual. A capacidade de atendimento do HLEM entrou em colapso há mais de um mês com o aumento de casos de coronavírus na cidade.

Cloroquina

Outra prioridade da iniciativa é a aquisição de medicamentos para apoio ao protocolo do tratamento precoce das pessoas infectadas com coronavírus, adotados pela médica Raíssa Soares, até agora com sucesso. Ela atende na rede de saúde pública e privada de Porto. O presidente Jair Bolsonaro atendeu ao apelo da médica feito nas redes sociais e enviou 40 mil doses de hidroxicloroquina para o município.  

Porto Seguro a ver navios

O governo estadual já implantou 20 leitos de UTI em Eunápolis e mais 20 leitos de UTI em Teixeira de Freitas, mas vem deixando Porto Seguro a ver navios, apenas com promessas. Mesmo com a prefeita Cláudia (PSD) sendo forte aliada do governador Rui Costa (PT) e da cidade ter um deputado estadual da base aliada de Rui, Jânio Natal (PL), que inclusive é pré-candidato a prefeito.

Vamos regar a Árvore do Bem!

error: