STF convoca 2 sessões extras para decidir sobre destino de Lula

Revelações de que a prisão do ex-presidente teria sido resultado de uma conspiração eleitoral para tirar o petista do páreo pode causar reviravolta na Operação Lava Jato e até anular a condenação de Lula. É esperado que o STF mande soltar o ex-presidente já nesta terça.  

Diante da revelação de que o ex-presidente Lula foi alvo de uma conspiração judicial armada por Sergio Moro e Deltan Dallagnol, para prendê-lo sem provas e retirá-lo da disputa presidencial, o Supremo Tribunal Federal (STF) divulgou que irá convocar sessões extraordinárias da Primeira e Segunda turmas da corte na manhã desta terça-feira (11), que poderão decidir os rumos do ex-presidente.

Comunicado no site do STF

Os presidentes da 1ª Turma do Supremo Tribunal Federal, ministro Luiz Fux, e da 2ª Turma, ministro Ricardo Lewandowski, determinaram o cancelamento da sessão ordinária agendada para o dia 18 de junho e convocaram sessão extraordinária para a próxima terça-feira, 11 de junho. A 1ª Turma reúne-se a partir das 9h e, a 2ª, às 9h30. A sessão ordinária do período vespertino, na mesma data, permanece inalterada para ambos os colegiados.