Deputada Dayane Pimentel (PSL) destina emendas aos prefeitos investigados na Operação Fraternos

Spread the love

Um político regional chegou a comentar que o ato “é como dar galinhas para as raposas tomarem conta”, mas a militância bolsonarista alega que o PSL está pensando no “bem” dos municípios e que as verbas serão fiscalizadas. No fundo a ação visa fortalecer as lideranças municipais do PSL de olho na sucessão 2020.

Emendas e verbas de convênios estão sendo anunciadas por militantes bolsonaristas do PSL na Costa do Descobrimento, no sul da Bahia, como ajuda da deputada federal Dayane Pimentel aos prefeitos das cidades de Eunápolis, Porto Seguro e Santa Cruz Cabrália. Os setores são turismo, transporte escolar e saúde. 

Acontece que os gestores das 3 cidades – Robério, Cláudia e Agnelo – são da mesma família e são investigados na Operação Fraternos, da Polícia Federal (que já afastou os 3 por 5 meses), por organização criminosa, fraude em licitação, corrupção e desvios de recursos públicos, em dezenas de contratos que totalizam mais de R$ 200 milhões. 

1 – É desconhecido nas cidades às quais as verbas foram destinadas pela deputada ação fiscalizadora por parte do partido PSL ou qualquer filiado;

2 –  As 3 prefeituras são obscuras em informações contábeis;

3 – A ‘ajuda’ financeira é paliativa porque não traz uma obra pontual destacada, é recurso que irá para o custeio da máquina, hoje usada de forma quase criminosa pelos Fraternos para se sustentarem no poder. 

error: