Começam a surgir pesquisas eleitorais fajutas, fakes e criminosas 

De olho em 2020, políticos, pré-candidatos e empresários ainda insistem em usar a velha arma da pesquisa fabricada na varanda de casa para criar cenários favoráveis aos seus interesses e candidaturas. 

Isso não cola mais. Eles compram a chancela de algum institutos duvidosos a preço de banana e espalham a mentira, agora com ajuda das redes sociais. 

Registro no TRE

Para ter validade, uma pesquisa precisa atender a  alguns pré-requisitos, como registro no TRE, o instituto precisa ser idôneo e usar metodologia científica . O registro torna público o método usado na pesquisa, prevenindo eventuais manipulações.

Amantes das fraudes

Mas políticos e empresários que, por sinal, também gostam de fraudar licitações (diga-se de passagem), adoram pesquisas fajutas engana-trouxa. É bom ficar de olho. A divulgação de pesquisa não registrada no TRE é crime. Vamos ficar de olho.