Troca de diretoria no Hospital Regional de Eunápolis é 6 por meia dúzia

O circo criado em torno da nomeação de Jairo de Itaberaba como novo diretor do Hospital Regional de Eunápolis tenta esconder mais um fracasso da gestão roberista na saúde pública. A ex-diretora Nathiely não durou muito e foi demitida como bode expiatório. 

5 diretores em 2 anos e 10 meses

O Regional já teve até agora 5 diretores, faltando ainda 14 meses para acabar o 3º mandato do prefeito, que já nomeou no período 3 secretários de Saúde e nos 3 mandatos, 10 secretários na pasta. 

Comparação – Ainda assim, Robério nunca conseguiu ter sucesso na Saúde como governos anteriores tiveram, como Paulo Dapé (1997-2000) e Neto Guerrieri (2013-2016), por exemplo. É fato.

Frustrado por não conseguir ser secretário de Saúde, Jairo de Itaberaba vai ter que se contentar com o cargo, que já ocupou antes, de diretor do Regional. Vale lembrar que à época de Jairo, hospital tinha forte influência do vereador Galego do Regional e também foram feitas inúmeras denúncias de irregularidades. Parece que Galego chegou a ser proibido judicialmente de entrar no Regional. No ato da nomeação, muitos vereadores estavam presente.

Nada vai mudar – Como a Ouvidora do SUS na cidade é a esposa de Jairo, a Saúde Pública municipal vai continuar entregue à sorte.