Prefeito de Cabrália tem contas rejeitadas pelo TCM

O prefeito Agnelo Júnior (PSD), teve as contas rejeitadas pelo Tribunal de Contas dos Municípios (TCM-BA) nesta quinta-feira, 12/12.

Agnelo extrapolou os gastos com pessoal em Santa Cruz Cabrália, superando o percentual máximo de 54%, alcançando 64,49% da Receita Corrente Líquida. 

O relator do parecer, conselheiro José Alfredo Rocha Dias, imputou ao gestor responsável pelo período de 07/04 a 31/12/2018, multa de R$ 7 mil pela irregularidade e ainda outra multa de 30% pela não recondução da despesa total com pessoal. 

O prefeito Agnelo Júnior terá que ressarcir aos cofres municipais, com recursos pessoais, o montante de R$ 659.036,08, relativo a ausência de comprovação da efetiva ocorrência de pagamento das folhas salariais, nos meses de setembro, outubro e dezembro.

Mais detalhes das irregularidades nas contas de Cabrália na pauta do fim de semana.