Marinha alerta para tempestade com ciclone no sul e extremo sul da Bahia

Há previsão de ventos de até 87 km/hora na região de Caravelas, no extremo sul baiano. Fenômeno é chamado de “tempestade subtropical”.

Na terça-feira (21/1), a

Marinha do Brasil enviou nota à imprensa com a previsão de formação de um ciclone a partir da manhã desta quinta-feira (23/1), entre o norte do Rio de Janeiro e o sul do Espírito Santo, em alto-mar, com efeitos também em toda a costa entre Santa Catarina e o sul e extremo sul da Bahia.

O ciclone “com possíveis características subtropicais” deverá afetar as condições do mar e do tempo no sul e extremo sul da Bahia, de quinta até sábado. Estão previstos ventos de até 87 km/h ao sul do município de Caravelas, no extremo sul. 

Entre Caravelas e Ilhéus, a Marinha prevê ventos com velocidade até 61 km/hora. As ondas no trecho podem alcançar de 3 a 4 metros de altura.

Explicação

“A formação do ciclone está associada ao estabelecimento de uma zona de convergência sobre uma região em que a temperatura da superfície do mar está sendo observada entre 26°C e 27°C”, explica a Marinha.

Caso o fenômeno alcance ou supere 63 km/h, o ciclone será classificado como “tempestade subtropical”, nomeada “Kurumí”, que significa “menino” em tupi-guarani.

Foto: Ilustrativa