Estado atrasa salários e Itanhém está há 7 dias sem hospital

Médicos e demais funcionários do único hospital público de Itanhém, no extremo sul da Bahia, estão em greve há 7 dias por falta de pagamento dos salários pelo Estado. Eles alegam que são 3 meses de atraso.

A população fez caminhada em protesto nesta terça (4/12). A Sesab (Secretaria de Saúde da Bahia) disse que a situação só vai ser resolvida em 15 dias. O órgão alega que o motivo foi uma prorrogação para envio das bases de dados da produção hospitalar para o Ministério da Saúde.

O Hospital Maria Moreira Lisboa é uma casa de saúde filantrópica, mantida com verbas do governo estadual.