Estudantes e professores da Ufba protestam nas ruas contra corte de verbas

Estudantes, professores e integrantes de movimentos sociais realizaram um protesto, na manhã desta segunda-feira (6/5), em Salvador, contra o bloqueio de R$ 37,3 milhões em verbas da Universidade Federal da Bahia (UFBA), anunciado na última semana pelo Ministério da Educação (MEC), comandado por Abraham Weintraub.

Cerca de 500 pessoas participam do protesto, que ganhou o apoio de deputados federais e estaduais.

Em entrevista ao jornal O Estado de S.Paulo, na semana passada, o ministro anunciou que universidade com mal desempenho acadêmico e onde houvesse “balbúrdia” teria recursos cortados. Segundo o titular da pasta, algumas instituições de ensino superior também promovem manifestações partidárias.

Na ocasião, o ministro adiantou que, inicialmente, três instituições teria menos verbas: a Universidade Federal da Bahia (Ufba), Universidade de Brasília (UnB) e a Universidade Federal Fluminense (UFF). Depois, o governo disse que a medida valeria para todas as universidades e institutos federais.