Eunápolis: sem diálogo nem acordo com o prefeito, professores decidem fazer greve

A falta de diálogo e atendimento das demandas da categoria por parte do prefeito Robério e da secretária de Educação, Maureen Lacerda, levaram os professores da rede municipal a decidirem em assembleia, realizada na manhã desta quinta-feira, 28 de março, entrar em greve por tempo indeterminado, a partir da próxima quarta-feira, 3 de abril, até que o impasse seja resolvido.

Ainda pela manhã, a diretoria da APLB se reuniu com o chefe de Gabinete do prefeito, Alécio Vian, peça decorativa do governo, que nada disse e nada pode fazer também. A professora Jovita Lima, presidente da APLB, vai ser entrevistada nesta quinta, às 13 horas, na rádio 104 FM, no programa de Sena Santos e Carlinhos Mototáxi.

error: