General Mourão emplaca filho no Banco do Brasil com salário de R$ 36 mil

O filho do general ganhava R$ 12 mil no cargo anterior. Pai disse que promoção foi por mérito.

Antonio Hamilton Rossell Mourão, filho do vice-presidente general Mourão, foi nomeado assessor especial do novo presidente do Banco do Brasil, Rubem Novaes. Sua função anterior era de assessor empresarial, ganhava 12 mil reais. Agora, o filho do general receberá 36 mil reais por mês e ingressará no famoso Programa de Alternativas para Executivos em Transição (PAET), que garante bônus de ‘saideira’ para quem ocupou cargo no banco por dois anos. O valor desse benefício é de 2 milhões de reais, em média.

GENERAL DEFENDE A SUPERPROMOÇÃO DO FILHO

O vice-presidente defende a superpromoção do filho Antônio, afirmando que o novo presidente do BB, Rubem Novaes escolheu o rapaz por “excelentes serviços, conduta irrepreensível e por absoluta confiança pessoal do presidente do banco”.

Brasil Acima de Tudo, mas 1º a família deles, lógico.