Laranjas operam o transporte escolar no extremo sul da Bahia

Spread the love

O milionário contrato do transporte escolar em uma cidade do extremo sul da Bahia é operado por laranjas, alguns sem renda compatível para justificar a posse de veículos usados no serviço.

O esquema para ganhar o contrato envolve lobistas, empresários, políticos e até gente da imprensa. Mas há também um laranja com poder econômico, como o empreiteiro que está reclamando pelos 4 cantos que teve sua participação no esquema reduzida.

Ele não esconde que o contrato tem como principal beneficiário um irmão de um conhecido deputado da região, que teria assumido o controle. O Ministério Público Federal precisa fazer alguma coisa ou será que já está de olho? Já diz o adágio popular: “laranja madura, na beira da estrada, tá bichada ou tem marimbondo no pé”.

 

error: