Moro sobe no muro e evita falar do caso do filho de Bolsonaro

Em entrevista à GloboNews, na noite desta quarta-feira, 15 de maio, o ministro da Justiça Sérgio Moro, evitou comentar as acusações atribuídas ao senador Flávio Bolsonaro, de lavagem de dinheiro, peculato e organização criminosa, durante o mandato de deputado estadual no Rio de Janeiro. Ele disse que o caso está na alçada do Ministério Público do Rio de Janeiro e não no Ministério da Justiça. Disse ainda que, ao contrário de ministros antecessores, ele não usaria o cargo para fazer defesa dos acusados que fazem parte do governo. Também declarou que não se sentia desconfortável com o fato. Essa é a versão Moro flex.

SAIBA MAIS SOBRE O CASO FLÁVIO BOLSONARO