Novo líder do MDB no Senado é denunciado por receber “caixa 3”

A procuradora-geral da República (PGR), Raquel Dodge, denunciou ao Supremo Tribunal Federal (STF) o novo líder do MDB no Senado, Eduardo Braga (MDB-AM) de receber “Caixa 3” da Odebrecht. A ex-senadora Vanessa Grazziotin (PCdoB-AM) também é denunciada pela PGR. 

TOMA LÁ, DÁ CÁ

Segundo Raquel Dodge, a prática foi adotada pelo Grupo Odebrecht para esconder doações de campanha, que eram feitas a políticos em nome de outras empresas. Conforme a denúncia, a empresa Praiamar efetuou doações de R$ 700 mil à campanha de Vanessa para a prefeitura de Manaus, em 2012, e de R$ 1,65 milhão ao diretório local do PMDB (atual MDB) na capital do estado. Na época, o diretório era presidido por Eduardo Braga e apoiou a então candidata do PCdoB.