Polícia Civil pode entrar em operação padrão pra cobrar salários e plantões

Sindicato da categoria diz que alguns policiais estão sem receber salários e plantões desde o Réveillon.

O Sindpoc –  Sindicato dos Policiais Civis da Bahia – afirma em Nota que investigadores, delegados e escrivães “continuam enfrentando graves problemas referentes ao pagamento de salários e de horas extras”.

De acordo com a Nota do Sindpoc, publicada no site Informe Baiano, nesta sexta-feira, 15/3, “muitos policiais não receberam as horas extras referentes aos plantões extraordinários no Réveillon, da Operação Verão do mês de Janeiro e nem as diárias que fazem jus para trabalhar no carnaval realizado na capital e no interior”.

A Nota diz ainda que “Alguns policiais, entre eles investigadores, escrivães e delegados de polícia, não receberam sequer o pagamento do salário referente ao mês de fevereiro. Diante dessa gritante ofensa aos direitos dos servidores, os mesmos estão se mobilizando em todo estado para, a partir da próxima semana, iniciar a conhecida Operação Padrão”, diz o Sindpoc.

OUTRO LADO – O Informe Baiano também publicou a versão do governo: a Secretaria de Administração do Estado (Saeb) e a Secretaria de Segurança Pública (SSP) disseram que providências já foram adotadas para “solucionar possíveis pendências decorrentes de falhas nos contracheques dos servidores. Folhas complementares foram processadas especialmente para solucionar inconsistências, ainda neste mês de março. O objetivo é garantir o cumprimento das obrigações do Estado com servidores, num esforço para minimizar os impactos decorrentes da transição para o RH Bahia, novo sistema de gestão de Recursos Humanos do Estado”.