Prefeito de Cabrália nomeia irmão do vereador que preside “CPI” contra ele

Além de nepotismo cruzado, também pode ser enquadrado como uma forma de obstrução de Justiça o ato do prefeito de Santa Cruz Cabrália, Agnelo Júnior (PSD), de nomear o irmão do vereador Agrailson (PSC), presidente da Comissão que investiga denúncia contra a administração municipal, pedindo o afastamento do gestor por prática de apropriação indébita.

A reação do vereador beneficiado foi avisar que quer deixar a “CPI”. Por sinal, a ação do prefeito foi por atacado, negociando a adesão de lideranças do partido de Agrailson, o PSC, como o vice Carlos Lero, também denunciado na Câmara e o ex-secretário Jair Sisan, que deve voltar ao governo ocupando uma nova pasta.

Será que o Ministério Público estadual mudou de opinião sobre o nepotismo?