Prefeito de Cabrália quer privatizar água e esgoto

Neste sábado, 16 de março, os moradores da orla norte de Cabrália, onde ficam as comunidades de Santo André, Santo Antônio e Guaiú, entram no 3º dia seguido de protestos contra o descaso com as localidades, principalmente na questão da água, problema crônico que envolve a prefeitura e a Embasa. Na quinta e na sexta, a BA 001 foi interditada. A PM foi acionada pelo prefeito para desobstruir a via. os moradores protestam ainda contra o transporte escolar precário, falta de iluminação pública e coleta de lixo irregular. “O governo Agnelo é um desastre!”, brada um dos manifestantes.  

Privatização da água e esgoto – Em seu perfil no Facebook, o vereador Luciano Monteiro (PSL) disse que “o total descaso que vem acontecendo no município pode ser uma justificativa do gestor para aprovar na Câmara Municipal dois projetos de lei que podem comprometer ainda mais as finanças e governabilidade de Santa Cruz Cabrália nos próximos anos”.

Monteiro pontua:

1 – O projeto de privatização da água e saneamento básico no município; por sinal a irmã do prefeito Agnelo Júnior (PSD), Cláudia Oliveira (PSD), que é prefeita na cidade vizinha de Porto Seguro, também tenta privatizar estes serviços por lá;

2 – O prefeito quer que os vereadores aprovem um empréstimo de R$ 15 milhões que seria feito em um banco estatal.

Luciano Monteiro disse que os 2 projetos já foram protocolados na Câmara de Vereadores. Ele apela à população para que participem mais das sessões na Câmara e acompanhe de perto a votação desses projetos.