Tragédia de Brumadinho já tem 65 mortos, mas ainda são quase 300 pessoas desaparecidas

Funcionários da Vale que sobreviveram ao rompimento da barragem da Vale em Brumadinho afirmam que cerca de 200 colegas estavam no refeitório soterrado plea lama tóxica e abrasiva. Na noite de segunda-feira, 28/1, a Defesa Civil atualizou para 65 mortos o número de vítimas encontradas nas buscas. Apenas 31 pessoas foram identificadas até agora. Alguns fatos são dignos de nota:

1 – Este já é o maior acidente de trabalho da história do Brasil.

2 – Apesar do drama, um casal foi preso em Brumadinho tentando roubar casas das vítimas.

3 – Tem gente também dando golpe na arrecadação de fundos.

4 – Um deputado mineiro previu a tragédia, mas os colegas votaram contra um projeto dele estabelecendo mais rigor na segurança da barragem.

5 – Como até hoje ninguém foi punido pela tragédia de Mariana a impunidade deve prevalecer no caso de Brumadinho também.

6 – As TVs estão dando show de cobertura e o filho de Bolsonaro saiu da pauta.