Wikileaks diz que prisão de Assange em Londres foi ilegal

Em sua conta oficial do Twitter, o Wikileaks disse que “o Equador encerrou de forma ilegal ao asilo político concedido a Assange, numa violação do direito internacional”. O portal especializado em vazar sigilos oficiais mantidos em segredo por governos e políticos salientou que “Julian Assange não saiu andando da embaixada”, e sim que “o embaixador equatoriano convidou a polícia britânica a entrar e ele foi detido”. A prisão do fundador do Wikileaks aconteceu nesta quinta-feira, 11 de abril.

RISCO A JORNALISTAS – Sobre a prisão de Assange, escreveu o jornal Washington Post: “se criminalizarmos o recebimento de informações sigilosas, alguns dos trabalhos mais importantes do jornalismo na história americana seriam transformados em crimes, e todo repórter que trabalhasse em segurança nacional seria um criminoso em potencial”.

ASSISTA ENTREVISTA (LEGENDADA) DE ASSANGE EM 2015

https://www.facebook.com/democracynowbrasil/videos/346996019262851/