Menu
Banner Prefeitura TOPO
18 de Outubro de 2018

Amós teve mais votos na cidade de Vonca do que Larissa e Cordélia

O candidato a deputado estadual Amós Bispo (MDB), sem contar com prefeituras lhe apoiando, teve 58 votos em Vitória da Conquista, terra do comunicador da prefeitura de Eunápolis Vonca Gonçalves, que só conseguiu dar a filha do prefeito Robério apenas 46 votos na cidade onde foi secretário de Governo. Cordélia (PMB) vem em seguida com 45 votos. O ex-patrão de Vonca, Jânio Natal (Podemos) teve 284 votos em Vitória da Conquista.  

Leia mais ...

Depois de votar em Irará João Santana diz que acredita no 2º turno na Bahia

  • Publicado em Poder

O candidato ao governo da Bahia pelo MDB, João Santana, votou neste domingo (7/10) pela manhã na Escolinha Saci, no município de Irará. Acompanhado de correligionários, o presidente estadual da sigla, fez uma avaliação da campanha.  "Como tudo que cerca a minha vida e a minha trajetória, fiz minha campanha de maneira limpa, honesta e apresentando as minhas ideias e propostas para tirar a Bahia do atraso. Procurei mostrar que, há 30 anos, a Bahia é a mesma porque os políticos que estão aí são sempre os mesmos. Agora é hora de aguardar o resultado com tranquilidade, pois tenho convicção que teremos um 2º turno para que possamos continuar mostrando o que precisa ser feito para melhorar o futuro do nosso estado", afirmou Santana.

Leia mais ...

Entrevista com Amós candidato a deputado estadual: “É difícil enfrentar campanhas milionárias, o povo está sendo enganado”

 

Candidato a deputado estadual pelo MDB, Amós Bispo, de 66 anos, foi vereador por 4 mandatos em Eunápolis, chegou a ser presidente da Câmara Municipal e tem no currículo a construção da nova sede do Legislativo. Hoje ele é suplente de vereador e ao contrário dos concorrentes faz uma campanha bem modesta, focada na periferia e buscando chamar a atenção dos eleitores para o fato dos principais concorrentes locais estarem gastando uma fortuna nas campanhas visando disputar a prefeitura em 2020.

 

Bahia40graus - O Sr. vê saída para a crise política que o País e a região vive?

Amós Bispo - Qualquer saída para mudar o que não está bom terá de ser pelo voto. Por isso que no domingo, dia 7, o eleitor tem o seu dia mais importante, porque ele vai decidir o destino do País e da nossa Bahia para os próximos 4 anos.

Como o Sr. vê o cenário político em Eunápolis?

AB - O que a gente vê em Eunápolis é a cada eleição de deputado os políticos mirando apenas na disputa pela prefeitura e esquecendo da responsabilidade do deputado na Assembleia Legislativa. Nos últimos anos, desde 1995, que Eunápolis só elege deputado estadual por 2 anos e depois vem candidato a prefeito. Isso não pode continuar. Eu sou candidato para cumprir mandato de 4 anos e continuar representando Eunápolis o tempo que for necessário e Deus permitir.

A imagem pode conter: uma ou mais pessoas e pessoas em pé

A gente não vê o volume de sua campanha nas ruas como a de alguns concorrentes, o que o Sr. espera como resultado?

AB - Minhas campanhas sempre foram assim com muitas dificuldades, com poucos recursos. Você vê nas campanhas concorrentes centenas de carros rodando em carreatas, muita gasolina sendo gasta, muita propaganda, carros de som, centenas de pessoas contratadas. Mas eu não sou rico pra fazer campanha milionária, ganho uma pequena aposentadoria. Sou candidato a deputado estadual a pedido do meu partido, o MDB, estou atendendo o convite do meu candidato a governador João Santana e do meu amigo e candidato a deputado federal Lúcio Vieira Lima. Sou um político que sigo a linha do partido, não iria me acovardar como fizeram alguns. Eu também conto com meus eleitores cativos, amigos, voluntários e principalmente com os irmãos de fé. Tenho sido recebido nas ruas com muito carinho nos bairros que visitei. Também tenho apoio em outras cidades, como em Itagimirim, com o ex-prefeito Waltinho, Itamaraju, Alcobaça, Prado, Itabela, Porto Seguro e Vitória da Conquista.

O Sr. se sente preparado para um mandato de deputado estadual?

AB - Com toda certeza. São 16 anos de experiência parlamentar como vereador. Claro que um deputado estadual tem outras atribuições, mas estou preparado para somar minha experiência com o que preciso aprender na Assembleia e tenho certeza de que farei um mandato para os eunapolitanos sentirem orgulho.

Quais as suas principais bandeiras?

AB - A primeira delas é trazer investimentos em emendas parlamentares e convênios para o nosso município e região, visando empregos e movimentar a economia. Sei que como deputado de oposição terei de lutar muito, mas isso eu sei fazer (risos). Minha vida é uma luta. Não serei um deputado de gabinete, que se esconde em Salvador para fugir do eleitor. Meu gabinete será de portas abertas. Vou despachar toda semana em Eunápolis e na região.

A imagem pode conter: uma ou mais pessoas, pessoas em pé e atividades ao ar livre

O voto no Sr. pode ser considerado também um voto de protesto?

AB - Todo eleitor que está insatisfeito com a política eunapolitana e regional, com as candidaturas milionárias, precisa de opção para votar diferente, para protestar contra essa eterna disputa pelas prefeituras que faz do mandato de deputado estadual apenas uma escada. Pensando assim eu posso admitir que sou também o voto de protesto.

Suas considerações finais.

AB - Em primeiro lugar eu sou grato ao Senhor meu Deus a quem eu sirvo e me dá a vida. Depois quero agradecer a cada pessoa que se envolveu nessa campanha, que me recebeu em casa, nas ruas. Não fiz mais porque como falamos no começo da entrevista eu não tenho recursos. Mas tenham a certeza que saberei honrar com dignidade o voto em Amós 15.789. E claro, como disse também no começo, sou um político a serviço do meu partido, o MDB, e não poderia deixar de reforçar meu apoio aos candidatos do partido e em especial a João Santana (15) para governador e a Lúcio para deputado federal (1518).           

 

 

Leia mais ...

No debate da TV Bahia João Santana (MDB) cobra discussão sobre a economia baiana

  • Publicado em Bahia

O candidato do MDB ao governo da Bahia, João Santana, cobrou na maioria de suas participações no debate realizado nesta terça-feira, 2 de outubro, na TV Bahia, que os candidatos parassem de fazer propaganda das candidaturas a presidente dos seus partidos para debater os problemas da economia baiana e propor soluções. Santana mostrou conhecimento da questão, apresentou propostas e desmascarou a propaganda do governo petista.

 

 

 

Leia mais ...
Assinar este feed RSS
  • Jornalista Responsável: Carlos Geraldo Alves MTE/BA 4162 - Fundação: Novembro de 2012
  • E-mail: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.  
  • Tel/Whatsapp: (73) 99814-6777