Menu
Banner Prefeitura TOPO
23 de Junho de 2018

O MDB ainda não tá morto na Bahia

  • Publicado em Bahia

Apesar de ter seu principal cacique na Bahia, Geddel Vieira Lima preso na penitenciária da Papuda, em Brasília, o MDB baiano não tá morto. O pré-candidato a governador e ex-ministro, João Santana, segue correndo trecho. Esteve em Alagoinhas, no fim de semana, divulgando suas ideias e propostas. E teve gente pra ver e ouvir ele falar. O principal capital do MDB baiano é o tempo de TV na campanha e o fato de ser o partido do presidente da República, que mesmo impopular ainda tem a caneta mais poderosa do país.

Leia mais ...

Quem terá coragem de pedir votos pro irmão de Geddel?

  • Publicado em Bahia

Será que tem dinheiro que pague pedir votos pro irmão de Geddel, deputado Lúcio Vieira Lima, candidato a reeleição? O sujeito é réu no STF, acusado de nomear servidor na Câmara em Brasília e ficar com parte do salário e ainda teve as digitais encontradas pela Polícia Federal no dinheiro das malas (R$ 51 milhões) encontradas pela PF em Salvador num apartamento mantido por Geddel. Lúcio debocha de tudo e de todos, gosta de ameaçar colegas e quer ser reeleito. A alienação do eleitor baiano é tamanha que não duvide se ele tiver votos, talvez não o bastante pra voltar ao Congresso.   

Leia mais ...

Reforma do hospital de Itagimirim: ‘bondade’ da prefeita ou recomendação do Ministério Público?

  • Publicado em Bahia

Nas redes sociais surgiu a informação de que a reforma do hospital municipal de Itagimirim não seria “bondade” da prefeita Devanir Brillantino (MDB), mas uma recomendação do Ministério Público estadual (MP), feita em junho do ano passado, diante do estado precário em que a unidade de saúde se encontrava. Como abril é o mês de aniversário da cidade e a prefeitura gastou muito na festa, a reforma do hospital passou a ser inevitável, já que a justificativa da prefeita para não atender a recomendação do MP era ‘falta de dinheiro’, argumentam os opositores do governo local.

Leia mais ...

Acusado de corrupção e lavagem de dinheiro Temer agora tenta intimidar a Polícia Federal

  • Publicado em Brasil

Valendo-se do cargo de presidente da República, Michel Temer (MDB) chamou em discurso público, nesta sexta-feira, 27 de abril, o inquérito da Polícia Federal (PF), autorizado pelo Supremo Tribunal Federal, de “perseguição criminosa disfarçada de investigação”. Pegou pesado depois que teve a família envolvida no inquérito. Apesar das muitas evidências de crimes, Temer insiste em minimizar os fatos. Com a lama da corrupção até o pescoço, o presidente se afoga cada vez mais.

Leia mais ...
Assinar este feed RSS
  • Jornalista Responsável: Carlos Geraldo Alves MTE/BA 4162 - Fundação: Novembro de 2012
  • E-mail: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.  
  • Tel/Whatsapp: (73) 99814-6777