Menu
Banner Prefeitura TOPO
23 de Maio de 2017

Brutalidade da PM nas ruas lembra época da ditadura militar. OAB também criticou

A cada protesto nas ruas, a Polícia Militar (PM) mostra seu arsenal de balas de borracha, spray de pimenta e bombas de gás, além de baixar a porrada nos manifestantes indiscriminadamente. Como fez em Brasília contra índios armados de arco e flecha. E também contra manifestantes desarmados no dia da greve geral (28). A brutalidade empregada pela PM nas manifestações de rua lembra a época da ditadura militar no País. Quem não viveu aqueles tempos pode conhecer os anos de chumbo na série “Os dias eram assim”, exibida pela TV Globo. 

OAB criticou - Em Nota à imprensa, a Ordem dos Advogados do Brasil (OAB-RJ) criticou a "violenta ação da Polícia Militar contra milhares de manifestantes", que participavam de ato no fim da tarde desta sexta-feira, 28, na Cinelândia, Rio de Janeiro.

"Nada justifica a investida, com bombas e cassetetes, contra uma multidão que protestava de modo pacífico. Se houve excessos por parte de alguns ativistas, a polícia deveria tratar de contê-los na forma da lei. Mas o ataque com métodos de tocaia e a posterior perseguição por vários bairros a pessoas que tão-só exerciam seu direito à manifestação representa grave atentado à Constituição e ao Estado democrático de Direito. O Brasil passou mais de duas décadas sob o jugo do autoritarismo. Não podemos admitir qualquer ensaio de retorno àqueles tempos sombrios", afirmou o presidente da OAB-RJ, Felipe Santa Cruz.

Resultado de imagem para PM REPRIME MANIFESTANTES GREVE GERAL

 

   

Leia mais ...

Brasil vai parar na Greve Geral contra reformas trabalhistas nesta sexta-feira (28)

Movimento das centrais sindicais em defesa dos direitos trabalhistas, contra a PEC 287, ganha apoio da OAB, igreja católica e dezenas de entidades da sociedade civil organizada.

 

A Greve geral marcada para esta sexta-feira, 28 de abril, em todo o país, ganha força com adesão de diversas entidades de classe. A Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) e a Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) já declaram apoio. O presidente Temer já declarou que não mexe mais no texto da reforma da Previdência. 

Leia mais ...
  • Jornalista Responsável: Carlos Geraldo Alves MTE/BA 4162 - Fundação: janeiro de 2008
  • E-mail: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo. ou O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.
  • Tel.: (73) 3281-6908 / (73) 99814-6777