Morre na praia sonho de fichas-sujas disputarem eleições em 2020

Candidatos inelegíveis e enquadrados na lei da Ficha Limpa como fichas-sujas, que ainda sonhavam com uma candidatura em 2020, sob recurso, para tentar uma decisão favorável no Judiciário em Brasília até a posse, estão definitivamente fora do jogo. Não deu tempo votar no Congresso o dispositivo que favorecia os candidatos fichas-sujas. Com isso o sonho dessa galera morreu na praia. Com essa notícia, confirmada nesta quinta-feira, 3 de outubro, as eleições em Porto Seguro, Cabrália e Eunápolis passam a ter um novo cenário a ser avaliado, com a saída de cena de políticos que ensaiaram  candidaturas nessas cidades baseados na esperança do dispositivo que lhes favoreceria se fosse aprovado no Congresso, mas não deu tempo. Zefini.