O que você precisa saber sobre a privatização da água em Eunápolis

A sessão ordinária na Câmara para votar o Plano Municipal de Saneamento Básico foi marcada minutos após a audiência “pública” ser encerrada. O natal no legislativo municipal esse ano parece que será regado a água e esgoto. 

O Sindae – Sindicato dos Trabalhadores em Empresas de Água e Esgoto – está denunciando os pontos contrários à privatização do saneamento básico em Eunápolis. Na sexta, 13/12, uma audiência “pública” na Câmara de Vereadores, tumultuada e sem ampla participação popular, com servidores da prefeitura nomeados impedindo que manifestantes contrários tivessem voz. 

O Sindae está denunciando, por exemplo (veja video), um suposto favorecimento a uma empresa investigada pela Polícia Federal (PF) em Minas Gerais que estaria com carta marcada para abocanhar o serviço milionário.

Erick Maia, do Sindae

Embasa

Embora a Embasa descumpra o contrato com o município, prestando um péssimo serviço, forçando a população a caminhar em cima da ‘merda’ pela falta de rede de esgoto e o fornecimento de água potável tenha qualidade duvidosa, a privatização do saneamento básico precisa ser bem discutida para que não seja uma troca de 6 por meia-dúzia ou até mesmo piore o serviço, cuja tendência é ficar bem mais caro com a privatização.

Os cortes por atraso no pagamento, por exemplo, serão mais frequentes, sem levar em conta a questão social dos consumidores, afinal, toda empresa privada pensa em lucro em 1º lugar. 

Mais de R$ 200 milhões em jogo

Está em jogo também uma verba mais de R$ 200 milhões – recursos federal e estadual – já viabilizados para a conclusão de 100% da rede de esgoto na cidade, real motivo político da briga pela concessão. 

Com a privatização, o prefeito Robério passa a ter total influência na gestão desses recursos, o que é uma temeridade pelo histórico dele, investigado pela Polícia Federal na Operação Fraternos onde a soma dos contratos com suspeita de fraudes na licitação e desvios chega a R$ 200 milhões, segundo a PF.

Eunápolis tá desse jeito. 

Por Geraldinho Alves, jornalista e editor do Bahia40graus.

Foto: Bahia40graus

Video postado nas redes sociais