Em Cabrália 7 vereadores são a vergonha da cidade segundo as redes sociais

A Câmara Municipal se tornou um puxadinho da prefeitura, com os edis trocando votos por favores, indicações e contratos. O resultado disso é que a população está detonando com os 7 edis da base aliada do prefeito Agnelo Júnior (PSD) nas redes sociais. São eles: Romali Pairana, Josué, Show de Bola, Agrailson, Meu Jovem, Flávio e Neném Abreu.

Os últimos acontecimentos envolvendo a base aliada do governo na Câmara de Vereadores de Santa Cruz Cabrália desgastou ainda mais o legislativo municipal, que já vinha com a imagem ruim.

Primeiro, a Câmara votou e aprovou uma Comissão Especial de Investigação, tipo “CPI”, para investigar denúncia de corrupção envolvendo o prefeito no contrato com a empresa Jupará. Dias depois, o prefeito convenceu alguns edis a voltar atrás.

Em seguida, o presidente da Casa, Romali Pairana (PSD), anunciou – da boca pra fora – o rompimento político com o prefeito. Depois de um almoço de conciliação os 2 voltaram a marchar e a beber juntos.

O foco principal da reconciliação foi revelado na sessão ordinária desta terça-feira, 7 de maio, quando Romali manobrou para que a votação da autorização do empréstimo a ser feito junto à Caixa, de R$ 15 milhões (comprometendo as gestões futuras), solicitada pelo prefeito fosse “aprovada”, sob protesto de 4 vereadores – Luciano Monteiro, Xêpa, Indiara e Humbertinho.

A manobra foi mudar o critério inicial da votação para maioria, metade + 1 e não 2/3 como é praxe nas casa legislativas em votações dessa natureza, nesse caso o prefeito precisaria de 8 votos favoráveis. Foi a 1ª votação, mas os 4 edis falam em judicializar ou obstruir a próxima sessão.