Estudantes e professores protestam nas ruas contra cortes na Educação

Ignorando o protesto, ministro Abraham Weintraub diz que alguns alunos teriam sido coagidos a participar.

Pela segunda vez no mês, estudantes e professores sairam às ruas de 136 cidades em 25 estados para protestar contra o contingenciamento de verbas discricionais na Educação.

ENTENDA OS CORTES

1 – Em março, por Decreto, o governo Bolsonaro bloqueou R$ 29 bilhões do Orçamento 2019, foram contingenciados R$ 5,8 bilhões da Educação, sendo que desse valor R$ 1,704 bilhão recai sobre o ensino superior federal;

2 – Em maio, a Capes suspendeu a concessão de bolsas de mestrado e doutorado. Os cortes e a suspensão motivaram os protestos de 15 de maio.

Após os atos, o governo disse que liberaria mais recursos para a Educação, mas manteve o corte já anunciado em março;

3 – Nesta quinta (30/5), o Conselho Nacional dos Direitos Humanos recomendou que o governo reveja os bloqueios.

SALVADOR – BA

BRASÍLIA

SÃO PAULO

 

Fotos e informações: G1