MBL lança movimento estudantil para enfrentar UNE e UBES

O Movimento Brasil Livre (MBL) está investindo no movimento estudantil. De acordo com a colunista Mônica Bergamo, do jornal Folha de S. Paulo, os organizadores dizem, no entanto, que não irão participar das eleições de entidades como a União Nacional dos Estudantes (UNE) e a União Brasileira dos Estudantes Secundaristas (Ubes). A ideia é tornar a entidade ligada à esquerda “insignificante”. O MBL considera o modelo “obsoleto”, diz Pedro D’eyrot, fundador do MBL. Segundo ele, estudantes de mais de 3.000 escolas do Brasil já se cadastraram para participar do MBL Estudantil, que será lançado na sexta (23).