OAB adere a onda de protestos contra a Zona Azul em Eunápolis

Depois da pressão da imprensa, redes sociais e cobranças do vereador Arthur Dapé (DEM), a subseção da OAB em Eunápolis aderiu a onda de protestos contra a cobrança abusiva de multa pela Sinart, empresa que explora a Zona Azul em Eunápolis.

A entidade promoveu reunião nesta terça-feira, 28 de maio, para tratar da situação, convidando o Executivo e Legislativo municipais, além do Ministério Público (MP), esquecendo de chamar a CDL e a imprensa.

Segundo informações postadas no Whats App pela entidade, compareceram a Sinart e o MP, com o representante do Poder Executivo chegando no final.A Cãmara de Vereadores não enviou representante, fez pouco caso. 

Ficou acordado que a Sinart vai estudar a suspensão da cobrança das multas administrativas por 60 dias e tanto OAB quanto o MP vão estudar a legalidade da cobrança.

Cadê o contrato?

Enquanto isso, o vereador Arthur Dapé continua aguardando da prefeitura a documentação relacionada à Zona Azul, desde o processo de Licitação, contrato e extratos da arrecadação.