PM que matou delegado em Itabuna já está preso

Foi preso na tarde desta terça-feira, 30 de abril, por determinação judicial, o cabo da PM lotado no 15º Batalhão da Polícia Militar que atirou à queima-roupa e matou o delegado José Carlos Mastique (foto), em Itabuna, no domingo (28/4), depois de uma abordagem desastrosa de uma guarnição da PM que atendia o chamado do próprio delegado ao serviço 190, segundo relato de testemunhas. Outro PM, pivô da ocorrência, que estaria agredindo uma mulher e foi impedido pelo delegado e um investigador, também teve prisão temporária decretada. Os nomes não foram divulgados. A dupla já prestou depoimento na sede da 6ª Coorpin, em Itabuna. Imagens de câmeras de monitoramento instaladas no posto de gasolina, local do crime, estão sendo usadas para esclarecer o caso. A prisão foi para evitar interferência nas investigações.

SSP – DEPIN

O diretor do Departamento de Polícia do Interior (Depin), delegado Flávio Góis, disse que “representantes da PM acompanham o trabalho de investigação e estão nos ajudando a esclarecer os fatos”.

Porto Seguro

José Carlos Mastique iniciou sua carreira na Polícia Civil em 1998, trabalhando como escrivão na delegacia de Porto Seguro, na Costa do Descobrimento. Em 2004 foi nomeado delegado, tendo trabalhado em diversas cidades do interior. Atualmente era delegado no bairro de Cajazeiras, em Salvador.

RELATO DO CRIME

Veja a seguir o relato esclarecedor do investigador da Polícia Civil, Figueredo, sobre o que ocorreu: