Prefeito Agnelo está inelegível mas já tem plano B em Cabrália

O fracasso da administração municipal em Santa Cruz Cabrália, cujo prefeito Agnelo Júnior (PSD) não cumpriu sequer 20% das promessas de palanque, nem do programa de governo registrado no TRE, está motivando candidaturas a prefeito na cidade, antecipando as articulações para 2020 e enquetes na mídia local.

Ficha Suja

Problemas com a Justiça levaram o prefeito à inelegibilidade, depois de condenação ratificada por decisão colegiada em 2ª instância, no Tribunal de Justiça da Bahia. Baseado na lei da Ficha Limpa ele não consegue registrar uma eventual candidatura condenado por improbidade por colegiado de 2ª instância.. isso motiva ainda mais os concorrentes, até mesmo entre aliados. Ressalte-se que a condenação foi referente ao período que ele foi secretário de Finanças da 1ª gestão do cunhado Robério Oliveira em Eunápolis, nada a ver com a Operação Fraternos, ainda correndo na Justiça, sem decisão.

Plano B

Os nomes mais cotados da base aliada do prefeito são Castilho Andrade (carta na manga), Alexandre Carvalho e Carlos Lero. Hoje os 3 são o núcleo duro do governo municipal (que ainda inclui o prefeito e a atual esposa). Ao Bahia40graus, Castilho, que não ocupa cargo na prefeitura, negou que tenha pretensões políticas em 2020. Não conseguimos contato com Alexandre nem Carlos Lero.