Servidores encerram greve em Cabrália, mas prefeito ainda não assinou nenhum acordo

Sem poderes para assinar acordo, o secretário de Administração assinou documento com promessa de reajuste salarial de 6,7%.

Apresentando um documento assinado pelo secretário de Administração, Fernando Ricaldi, informando as intenções do governo, os servidores municipais de Santa Cruz Cabrália encerraram por volta de meio-dia desta sexta-feira, 5 de abril, a greve iniciada ontem, reivindicando reposição salarial referente 2017 e 2018. Não há assinatura nem mesmo do procurador do município no documento. O sindicato da categoria podia ser mais exigente com um governo marcado por acordos e promessas não cumpridas.

Para ter validade, o documento deveria ser assinado pelo prefeito. O secretário de Administração não apita no caso, apenas cumpre o que o prefeito determina, mesmo assim quase sem nenhuma interferência sobre a folha de pagamento, que cabe ao gestor liberar o pagamento.

Dirigente do Sinsppor, Sindicato da categoria, Tenistélio cedeu muito rápido sem nenhuma garantia de que o prefeito vai cumprir o que o secretário escreveu.  O próximo capítulo será o envio da lei com o reajuste à Câmara, ato que compete ao prefeito.