Menu
Banner Prefeitura TOPO
18 de Outubro de 2018

Motorista de Uber é agredido por taxistas no aeroporto de Porto Seguro e agressores seguem impunes

  • Publicado em Bahia

Essa não foi a 1ª vez nem será a última se não houver punição jurídica rigorosa aos agressores que contam com a impunidade. Fato vem se repetindo não só no aeroporto mas no terminal rodoviário também.

 

Adriano Rosas, motorista do aplicativo Uber, foi agredido por taxistas depois de deixar um passageiro no aeroporto Internacional de Porto Seguro, no extremo sul da Bahia, neste domingo, 30 de setembro. Ao menos 5 taxistas participaram da agressão. A confusão só parou depois da intervenção de um policial federal e de um policial militar. A vítima registrou Boletim de Ocorrência na delegacia da Polícia Civil, que está investigando o fato. As agressões a motoristas do Uber são constantes na cidade sem que se tome providência.  O Sindicato dos Taxistas disse que vai apurar (será?) e que é contra a violência.

 

Legislação proíbe Uber na cidade, acredite - Segundo um preposto da prefeitura local o funcionamento do Uber seria ilegal em Porto Seguro por conta de uma lei promulgada pela Câmara de Vereadores no ano passado. O município ainda não tem legislação específica como exige a lei federal, a temporada de verão se aproxima e não há sinais de que a prefeita Cláudia Oliveira (PSD) vá tomar alguma iniciativa.

 

O Ministério Público Federal já teria notificado a prefeitura e a Câmara para que seja criada a regulamentação do uso do aplicativo, mas nada aconteceu. A decisão dos vereadores favorece claramente taxistas e o transporte alternativo. O Uber é um aplicativo de transporte de passageiros usado por milhões de pessoas no Brasil e no mundo.

 

Justiça - Enquanto o impasse permanece, turistas e moradores de Porto Seguro ficam reféns do jogo de cena da prefeitura, vereadores, taxistas e até do trade (que se omite a pressionar os poderes para que o Uber e outros aplicativos sejam regulamentados), por razões e interesses ocultos. Ou nem tanto.

 

 

Leia mais ...

Sindicato dos Taxistas de Eunápolis nega ‘pressão política’

  • Publicado em Bahia

Em Nota enviada no início da noite desta segunda-feira, 8 de janeiro, o Sindicato dos Taxistas de Eunápolis (Sindtamer) negou que faça ‘pressão política’ sobre o poder público para ditar quem deve ou não ocupar o cargo de superintendente de Trânsito do município. A nota diz ainda que o Sindicato recebeu com ‘estranheza’ a citação da entidade na matéria postada no Bahia40graus, neste fim de semana. Leia a seguir a Nota na íntegra:

NOTA DE ESCLARECIMENTO

O Sindtamer – Sindicato dos Taxistas de Eunápolis e Região -  vem a público se manifestar acerca da matéria intitulada “Pressão política para derrubar Willy Hafner da chefia do Trânsito em Eunápolis”, veiculada no dia 08 de janeiro de 2018 no portal eletrônico Bahia40graus.

Inicialmente, é importante registrar que a matéria foi recebida com surpresa e extrema estranheza por parte de toda a diretoria e membros da entidade de classe, posto que o sindicato sempre atuou de forma a buscar tão somente os interesse das classe e, acima de tudo, pautado na legalidade bem como no compromisso com os valores éticos e morais.

Ademais, não faz parte da conduta desta entidade atuar por meio de pressão política ditando para o poder público quem deve o ocupar a direção da Superintendência de Trânsito do município de Eunápolis/BA, afinal, sequer tem autoridade para determinar isto.

Registre-se que desde o ano de 2013, quando foi fundada a entidade de classe, a atuação desta sempre foi pautada no bom relacionamento com o legislativo, executivo e judiciário o que, indiscutivelmente, comprova a seriedade e legitimidade para representar a categoria que defende.

Também, faz-se necessário reiterar que a matéria foi recebida com estranheza, posto que o sindicato sempre atuou de forma colaborativa com a Superintendência de Trânsito de Eunápolis e sempre foi bem recebida pelo atual diretor, senhor Willy Hafner. Este, por sua vez, extremamente solícito aos anseios da categoria.

Portanto, não há que se falar em ‘pressão política’ por parte deste sindicato para propor a exoneração do atual diretor. Repise-se que esta não é a conduta da entidade e, obvio, sequer tem autoridade para agir como tal.

Por fim, o SINDTAMER reitera seu compromisso com a categoria de modo que continuará atuando na defesa dos taxistas deste município sem abrir mão da legalidade e dos princípios éticos que rege esta entidade. Além de se colocar à disposição de todos para prestar esclarecimentos sobre qualquer assunto pertinentes a classe de taxistas. 

Eunápolis/BA, 08 de janeiro de 2018.
 

Josué Sacramento – presidente do SINDTAMER

Leia mais ...

PM quer acabar com ultrapassagens pelo acostamento na orla norte de Porto Seguro

Em campanha de alerta nas redes sociais, o major Anacleto França, comandante do 8º Batalhão da PM ressaltou o “perigo e a má imagem para a cidade” que as ultrapassagens pelo acostamento na orla norte (BR 367) de Porto Seguro representam. 

Os motoristas infratores ultrapassam pelo acostamento - a maioria taxistas da cidade - para ganhar tempo e se livrarem das quilométricas filas que se formam no verão na orla norte. Virou costume por falta de punição. Boa medida da PM.  

Leia mais ...
Assinar este feed RSS
  • Jornalista Responsável: Carlos Geraldo Alves MTE/BA 4162 - Fundação: Novembro de 2012
  • E-mail: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.  
  • Tel/Whatsapp: (73) 99814-6777